Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 de julho de 2010

Repórter II: Férias a bordo!

Farol em Punta del Este

"Segundo Ricardo Freire, “cruzeiro é um resort que se move e resort é um navio ancorado.” O resort nunca nos atraiu, mas fomos amadurecendo a ideia de fazer um cruzeiro, até que ela se tornou irresistível e inadiável. Escolher um cruzeiro marítimo não é como escolher um pacote aéreo em que só se decide pela data e destino. Há vários itens a se pensar além desses: qual navio, qual o porto mais próximo, que tipo de cabine, quantos dias... Quando não é possível combinar todas as preferências, uma delas tem que ser eleita como a principal, no nosso caso privilegiamos um roteiro com 2 dias em Buenos Aires para conhecermos um pouquinho da capital portenha. O navio foi o CVC Bar do navio Pullmantur ZenithZenith, em Janeiro de 2010, com parada também em Punta del Leste.

Foi uma viagem perfeita. Minhas filhas de 11 anos adoraram! As opções de lazer dentro do navio são muito variadas, para agradar a todas as idades. A tripulação muito bem treinada e atenciosa torna os dias de navegação muito agradáveis. São 24 horas de diversão, sem nenhum tipo de preocupação.Ouvi de alguns jovens passageiros que por eles o navio nem precisava ancorar, pois a animação a bordo era suficiente, porém eu queria conciliar toda essa comodidade com novos lugares para se conhecer. Shows noturnos no teatro do navio Pullmantur Zenith O nosso primeiro desembarque foi em Punta Del Este, que a primeira vista não me pareceu muito atrativo, pois com 2 crianças eu não poderia ir ao Cassino e nem às famosas baladas, mas desde o porto o passeio já vale a pena pelos leões e lobos marinhos que ficam por ali a espera de restos de peixes jogados pelos pescadores. Além da vista de Punta Ballena que é inesquecível, os sorvetes da Freddo e o delicioso doce de leite La Pataya. Buenos Aires é tudo de bom! Dois dias só serviram pra aguçar a vontade de passar uma semana inteira por lá!! Visitamos os pontos turísticos mais tradicionais, e também a Barbie Store (única da América Latina), Libreria El Ateneo, tiramos fotos com a escultura de Mafalda e ainda sobrou um tempinho para compras na Calle Florida. Flor metálica em Buenos Aires Enfim, o único problema é um que já tinham me avisado “cruzeiros viciam”, quando você chega de um já começa a pensar no próximo. E se o navio é um roteiro em si mesmo, em que não importa para onde se vai, na próxima temporada posso até repetir os destinos, mas vou conhecer um outro navio!"


Esse foi mais um texto para "Repórter CVC"  
http://www.cvc.com.br/site/_hotSite/dica-do-viajante/reporter35.jsf

3 comentários:

  1. Oi Silmara, cheguei até você, através do Blog fisioquintana. Adorei seu Blog. Também tenho um, só que o meu Blog é um assunto meio pesado,já que fala de dores crônicas, mas tenho feito de tudo para suavizá-lo. Acredito que estou conseguindo. Você tem razão quando diz que cruzeiros viciam. Eu já fiz 4 cruzeiros, 2 para Salvador e 2 para Buenos Aires e claro todos eles em navios diferentes e com amigos diferentes. São sempre inesquecíveis e sempre nos deixam um gostinho de quero mais. Quem sabe um dia eu faça como você, um Blog sobre viagens porque adoro viajar. Mas agora tenho que cuidar do Blog que criei recentemente. Parabéns pela iniciativa! abs

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! Sabe que no blog eu estou esticando o prazer de viajar, é muito bom! Depois que vc se acostumar pode criar um outro blog de viagem, assim fica com um para trabalho e outro para diversão. Eu estou adorando a "blogosfera".
    bj

    ResponderExcluir
  3. OLá Silmara ...olha eu aqui de novo ! Nem preciso dizer que estou amando tudo que escreve !?Dá uma vontade louca de separar as malas e conhecer o mundo ! Bjãooooo...

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.