Arraial d'Ajuda Eco Park

Quinta-feira, 05 de agosto de 2010.


No parque aquático sem medo de pagar mico!


                     Essa foto é tradicional, o personagem fica bem na entrada do parque aguardando os visitantes e quem acha que ser feliz é não ter medo de pagar mico, para pra tirar uma foto. Ele pede pra enviar pro site do Eco Park. Eu estava visitando o parque pela 4ª vez, depois vou fazer um post com as várias fotos em anos diferentes e vou mandar pra eles também.


                      Desta vez fui sozinha, sem agência e realmente é muito fácil. Do Hotel Casa Blanca Park até a balsa tem 1,5 km seguindo pela Passarela do Álcool. É uma pernada meio longa em um dia ensolarado e com crianças. Ou se pega o ônibus de R$2,00 que chega até perto da balsa ou um táxi que cobrou R$12,00 e nos deixou em frente aos guichês para comprar o passe da travessia. Como estávamos em 5 pessoas, mais uma vez o táxi foi vantajoso pela diferença de só R$2,00.

Como tudo em Porto Seguro, não precisa procurar por nada, os vendedores acham você. Desci do táxi e já havia um deles oferecendo os ingressos do parque, a loja fica atravessando a rua e apesar do preço ser o mesmo (R$60,oo) comprar antecipado evita a fila na entrada do Eco Park.

Saí da loja e já tinha outro oferecendo os passes de ônibus da empresa Águia Azul que leva por R$2,00 até à entrada do parque. Descendo da balsa você já começa a ouvir o pessoal oferecendo as vans que levan até o centro de Arraial, até Trancoso ou até o Eco Park. O preço até o parque é o mesmo de van ou ônibus.
Ao entrar, você carrega um cartão plástico com o valor que quiser para gastar durante o dia. Esse é seu dinheiro no Eco Park . Se sobrar (o que é difícil) você resgata, mas R$1,00 é o preço do cartão que não é devolvido.

Para aproveitar os toboáguas e outras atrações aquáticas é importante alugar um armário, do contrário ou alguém sempre vai estar servindo de cabide ou sentado numa mesa montando guarda enquanto os outros se divertem. Para pegar a chave de um dos armários você paga R$25,00 e quando devolver a chave pega R$20,00 de volta.


Além das atrações aquáticas e de aventura, há o Projeto Coral Vivo, um ambiente com tanques d'água em que se observa os corais e pequenos animais marinhos através de tubos de PVC fechados por um tipo de lente que facilita a observação na água. Dá até pra fotografar.



Quando minhas filhas eram menores aproveitaram mais o parque que desta vez, porque a maioria das atrações ou são pra crianças pequenas ou são mais perigosas e elas ainda não se arriscam. Estava na fila do toboágua e vi um bombadão, todo tatuado, descendo com o equipamento porque desistiu de se aventurar na tirolesa. Acho que ele precisou de mais coragem pra assumir seu medo e desistir que se tivesse descido.






O detalhe ao lado é dos cinzeiros, o dia todo funcionários passam com uma forma que desenha na areia o lagarto símbolo do Eco Park.

Alimentação é cara. O almoço custa R$32,80 o kg, a comida é variada e gostosa, mas parece que tem pedra porque seu prato está quase vazio e os números da balança subindo. E olha que prato e talheres são de plástico! Há também quiosques



vendendo pastéis, Yakissoba, tapioca, lanches, sorvete... sempre mais caro que o normal.

Há posto de atendimento médico, 3 salva-vidas de cada lado da piscina de ondas, acesso à praia, tanta coisa... e não tem chuveiros nos vestiários!! Não que tenha feito tanta falta, mas estranhei a ausência.

Para ir embora a facilidade é a mesma: saindo do parque há várias vans paradas que lotam e vão pra balsa que não se paga na volta. Passei na famosa sorveteria (à direita de quem está de frente para Porto) para experimentar o picolé e realmente é uma delícia (R$1,50). Não vem nem embrulhado em papel, mas o sabor é incrível. A balsa já estava saindo e meu marido disse que queria ter perdido aquela pra ficar na sorveteria esperando pela próxima. Consegui um táxi por R$12,00 até o hotel.

Vamos às contas, porque toda economia aqui é bem vinda, pois no parque se gasta bastante:

- A.R. Turismo (CVC) - R$110, 00 p/pessoa x 5 = R$550,00. Se for comprado outro passeio deles, no pacote o parque sai por R$ 85,00 x 5 = R$425,00.


- Glória Turismo - R$ 80,00 p/pessoa x 5 = R$400,00

- Axé Turismo e Cia do Mar - R$ 75,00 p/ pessoa x5 = R$ 375,00

- Por conta própria (para 5 pessoas) - R$ 60,00 (ingressos) = R$300,00 + R$24,00 (táxi até a balsa ida/volta) + R$ 15,00 (balsa p/ todos) + R$20,00 (ônibus balsa/parque/balsa) = R$359,00

Consegui economizar R$16,00 ao todo, em relação ao que pagaria para as agências mais baratas (Axé Turismo e Cia do Mar). Por pessoa, a economia foi de R$3,20. Dependendo do hotel em que você estiver, vale a pena fechar com a agência para te pegarem e deixarem no hotel, já que a economia indo por conta é muito pequena.


Amanhã vou postar o final da Rota do Descobrimento, a visita ao Memorial da Epopeia do Descobrimento.

4 comentários:

Anália Biscuits disse...

MUITO LEGAL A SUA VISITA AO PARQUE SILMARA, NÓS TBM PRETENDEMOS FAZER ESSE PASSEIO. ACHO INTERESSANTE VC COLOCAR O PREÇO DE TD, ASSIM DÁ PRA FAZER UM BALANÇO DO QUE VALE OU NÃO A PENA. SE NÃO FOR ABUSAR MUITO DA SUA BOA VONTADE, VC PODERIA ME MANDAR OS NOMES DAS AGÊNCIAS QUE VC ACHA QUE FAZEM PASSEIOS MAIS EM CONTA E QUE TBM TEM UMA BOA REFERÊNCIA? NÓS NUNCA FIZEMOS UMA VIAGEM POR PACOTE, ESSA É A NOSSA PRIMEIRA E COMO VC JÁ TEM EXPERIÊNCIA, QUERIA UMA AJUDINHA SUA, SE VC PUDER...
OBG E UM XEIRO FLOR...

Silmara_10 disse...

Quanto à sua pergunta sobre as agências locais, eu vi preços daquelas que coloquei no blog. Só fiz um passeio por agência e escolhi a Axé Turismo com quem fiz o melhor negócio. A Glória Turismo também me pareceu confiável e boa para negociar. Todas são muito parecidas tanto nos serviços oferecidos quanto nos preços, a que fica diferente é mesmo a CVC.

Anônimo disse...

Silmara,

parabéns! Seu Blog é excelente. Você escreve super bem, não é cansativa e consegue detalhar bem toda a viagem. Estou "zarpando" prá POrto Seguro em 03/10 e certamente já "estou por dentro" de tudo!
Beijos e excelentes viagens prá vc!

Silmara Colombo disse...

Adoro escrever e adoro viajar. No blog consegui juntar essas duas paixões.