Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 de novembro de 2010

Passeios por Curitiba

Conheci tão pouco de Curitiba, mas o encantamento foi grande.
Jardim Botânico - Curitiba
O Jardim Botânico é imperdível e dispensa muitas explicações pelo tanto que já foi explorado em novelas globais. É um lugar agradável de se estar. Fiquei muito feliz em ver que ele tem vida própria, não existe apenas para decorar cartões postais. É facílimo identificar quem é turista e quem é morador da cidade quando se está ali dentro. O primeiro tem uma máquina fotográfica nas mãos registrando tudo o que vê; já o curitibano não precisa disso, ele vai voltar quantas vezes quiser e vai guardar na memória os bons momentos passados ali brincando com os filhos, andando de bicicleta, fazendo caminhada com os amigos, exercitando-se com o grupo da melhor idade, empurrando o carrinho do bebê... Mas, para quem só resta fotografar, há ângulos maravilhosos.
Logo na entrada há uma lanchonete e uma lojinha com lembranças da cidade... e só! Nada de ambulantes! Ufa!!

Ópera de Arame
Ópera de Arame - Curitiba

A Ópera de Arame é um teatro construído todo em ferro e vidro em meio a um área verde. Para chegar até o auditório, atravessa-se por uma ponte no mesmo estilo sobre um lago. É lindo! Lugar para se "ver" em dias em que não há apresentações e em dias de espetáculo deve ser difícil se concentrar nos artistas e parar de apreciar a arquitetura. Isso me fez lembrar de uma palestra com Pasquale Cipro Neto que assisti no Teatro Pedro II, em Ribeirão Preto. Antes de começar a falar, ele olhava para todo o teatro a partir de uma mesa colocada no centro do palco e comentou: "Como esse teatro é lindo!"

Pedreira - Curitiba
Pedreira - Curitiba
A Pedreira fica ao lado da Ópera de Arame. Pelo que entendi, depois de desativada a antiga pedreira, o espaço foi aproveitado para a realização de shows e eventos que não acontecem mais por ali. É mais um parque na cidade. Não há muito o que se fazer por ali, mas para quem foi ver a Ópera de Arame não custa dar uma voltinha.
Em frente a esses dois pontos há uma lojinha com artigos típicos da cidade: vinhos, chocolates, lembranças... Mesmo quem não queria comprar nada foi dar uma olhadinha primeiro porque mulher não resiste a uma loja e segundo porque a decoração (um pouco duvidosa) é muito chamativa. Tira-se tantas fotos por ali que o proprietário deixa uma caixinha para contribuições de quem se utilizou do cenário.
O final desses dias na capital paranense não poderia ser melhor. Minha aluna foi classificada para a próxima fase da Olimpíada de Língua Portuguesa e, com a medalha de prata no pescoço, nem é preciso desfazer as malas pois no final do mês estaremos em Brasília.

Eu conheci bem menos do que gostaria, mas encontrei um site para saber tudo sobre a cidade: Parques e praças de Curitiba
logo mala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.