Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

24 de janeiro de 2011

Zenith x Empress

Navio Zenith

     É inevitável num segundo cruzeiro fazer comparações com o primeiro. Aqui cabe ir além de analisar navios e observar também os serviços oferecidos em duas temporadas diferentes pela CVC/ Pullmantur.
Viajei no Zenith em janeiro/2010, no pacote de 9 dias e 8 noites, com 1 dia em Punta del Leste e 2 dias em Buenos Aires.
Átrio do Navio Empress
No Imperatriz (ou Empress), viajei em janeiro/ 2011, no pacote de 8 dias e 7 noites, com 1 dia em Itajaí, 1 dia em Montevideo e 1 dia em Buenos Aires. Como os roteiros foram bem parecidos, há parâmetros para se comparar.
Vale lembrar que no Empress peguei quase a semana toda de tempo nublado e chuvoso. No Zenith o Sol esteve presente em todos os dias de navegação, o que é apenas um detalhe, pois o navio já é por si mesmo ensolarado e festeiro. A própria CVC promete no site dias de muita animação no Zenith e charme e glamour no Empress. Essa diferença fica bem nítida.
     No Zenith toda a animação se concentra em volta da piscina, que não é muito grande, mas tem muitas espreguiçadeiras tanto no nível da piscina quando num segundo piso que contorna todo o navio. O palco fica posicionado de forma que de quase todos os pontos os passageiros conseguem assistir aos shows e brincadeiras feitas pela equipe de animação. Mesmo que eu tivesse tido dias radiantes no Empress, a piscina não teria sido o principal ponto de encontro, pois não é nada convidativa. É menor ainda que no Zenith, dividida ao meio pelo palco e o espaço das jacuzzis que ficam sobre ela. Tem pouquíssimas cadeiras ao seu redor, pelo número de passageiros que leva. No dia em que o Sol deu as caras, nem as crianças se animaram muito, principalmente porque se não havia lugares para os pais se sentarem por perto, elas não poderiam mesmo estar dentro d'água.
     O Empress é um navio realmente mais glamouroso, bem mais bonito que o Zenith, com elevador panorâmico e uma decoração, considerada duvidosa por alguns, que faz com que você se lembre o tempo todo de que está num "cruzeiro". No Zenith tudo é mais simples, talvez por isso as pessoas se sintam mais "em casa" e acabem comprando a animação que a operadora oferece. O que não deixa de ser coincidência porque quem fará realmente a semana ser mais ou menos animada são os passageiros que ali estiverem. O marketing relacionado ao Zenith atrai mais jovens, solteiros e baladeiros. Já o Empress tem como maioria um público mais familiar e mais velho com senhorinhas ávidas pelos bingos anunciados e senhores virando a noite no Cassino. Até na ceia, servida após a meia-noite, se percebe a diferença de públicos. No Zenith eram servidos lanches e pizzas; no Empress, além da pizza, todos os dias tinha uma sopinha diferente com crutons e pãezinhos.
        Há ainda tanto a dizer que vou precisar continuar amanhã para o tópico não ficar longo demais. Para encerrar vou descrever os variados sabores de pizza oferecidos tanto no Zenith quanto no Empress:
- Massa, queijo e molho
- Massa, molho e queijo
- Molho, queijo e massa
- Molho, massa e queijo
- Queijo, massa e molho
- Queijo, molho e massa
Bom apetite!!!

4 comentários:

  1. Ahahhahah. Animal sua descrição sobre as pizzas. Aliás, continue seu post. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Já fiz a continuação. Tá aqui:
    http://deturistaaviajante.blogspot.com/2011/01/zenith-x-empress-continuando.html

    ResponderExcluir
  3. Hehehe...conte mais...

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.