Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

28 de maio de 2011

Ibis Indaiatuba/Viracopos

Hotel Ibis Indaiatuba

Quem viaja a partir de Viracopos, em Campinas, às vezes precisa pernoitar para um voo de madrugada, por exemplo, e claro procura um hotel barato para passar a noite. Foi o que fiz e o Ibis Indaiatuba entrou para a lista de furadas. E não só minha, pois há vários relatos nos sites de opiniões sobre hotéis, mas só vi isso depois da viagem.

O padrão Ibis já é conhecido por quem se hospeda na rede: conheceu um, conheceu todos, o problema desse é a localização. A distância de 6km, desde o aeroporto de Viracopos, anunciada no site está correta, mas para chegar até o hotel é preciso passar 2 vezes por um pedágio de R$9,15, o que faz com que uma corrida de táxi custe R$64,00, ou seja, quem chega por via aérea para passar a noite e seguir viagem no dia seguinte, paga R$85,00 da diária e R$128,00 de táxi aeroporto/hotel/aeroporto. Totalmente inviável.

No meu caso, o absurdo dos absurdos foi que me programei para passar 2 noites no Ibis Indaiatuba: uma na ida e outra na volta da viagem, pois parecia a melhor alternativa para conciliar os voos. Enfim, paguei para 4 pessoas R$302,00 de passagens aéreas da Azul, ida e volta (Ribeirão/Campinas/Ribeirão) e R$248,00 de táxi aeroporto/hotel/aeroporto.

Seria fácil resolver o problema, se o hotel tivesse traslado gratuito, como acontece com o Ibis Guarulhos que oferece o serviço de hora em hora. Mas o traslado do Ibis Indaiatuba hotel/aeroporto só acontece em 3 horários (6h, 7h e 8h) e custa mais ainda que o táxi: R$38,00 por pessoa. Como estávamos em 4 foi oferecido um desconto, R$27,00 por pessoa, ou seja, no lugar dos R$64,00 do táxi, a opção oferecida é pagar R$108,00 do serviço do hotel. Fazer o quê? Ser viajante inclui esses imprevistos.

A outra opção próxima ao Viracopos é o hotel Golden Park (antigo Shelton Inn), mas a diária de R$149,00 é meio salgada para quem está só de passagem. Um táxi do aeroporto até lá custa em torno de R$35,00. Os demais hotéis da cidade se encontram no centro da cidade, que fica a 20km do aeroporto.

Se estiver sem crianças (que não era meu caso), há um motel nas proximidades do aeroporto que, segundo o taxista, é muito usado por quem precisa apenas passar a noite para viajar no dia seguinte. Custa R$42,00 por 12 horas e o táxis até lá R$35,00.

Em frente ao hotel, que fica na estrada, passa ônibus circular entre Campinas e Indaiatuba que parte do aeroporto ou vai até ele. A recepção do hotel tem os horários; no máximo a cada meia hora, desde as 5h até as 23h. Funciona para quem está com pouca bagagem, eu estava com 3 malas que totalizaram 58kg, mais a bagagem de mão.

A Azul oferece ônibus gratuito com vários itinerários e horários que podem ser verificados no site. Por exemplo, de Campinas à Piracicaba são 40 min e o ônibus para num shopping com um hotel Ibis bem em frente. É uma opção para quem tem muito tempo e quer gastar pouco.

Há também um ônibus desde o aeroporto até o centro de Campinas por R$9,00 por pessoa. Para quem está em família não muda muita coisa pois além desse valor multiplicado, os hotéis do centro são mais caros. Até o próprio Ibis que no centro da cidade custa R$105,00.

Enfim, apesar de continuar achando um absurdo o tal do pedágio, a opção mais barata para 4 pessoas foi essa mesma. O problema maior ali é a falta de infraestrutura hoteleira próxima ao aeroporto que não acompanhou o crescimento de suas atividades.

Se não houver alternativa melhor é bom saber:
- Diária R$85,00 para quarto duplo, sem café da manhã.
- O Ibis só tem quartos duplos, mas para crianças até 12 anos, o hotel tem um Plano Familiar com 50% de desconto no segundo apartamento. Peça o plano, pois eles podem se 'esquecer' de oferecê-lo.
- Há promoções no site, mas não se acumulam com o Plano Familiar. Reservando (e pagando) com antecedência peguei uma promoção de R$68,00 a diária, mas perdi o desconto do 2º apartamento.
- Café da manhã custa R$12,00 por pessoa e crianças até 12 anos pagam metade.
- O táxi chamado pelo hotel custa R$60,00 até o aeroporto.
- O padrão Ibis garante o melhor preço na diária porque o próprio hóspede carrega suas malas, não há serviço de quarto e o frigobar fica vazio. Se tiver fome ou sede, vá até o bar que fica aberto 24horas, pegue o que precisa e leve para seu quarto.
- As únicas opções de alimentação estão no próprio hotel, pois lembrando os vizinhos sertanejos, o Ibis Indaiatuba é "um lugarzinho no meio do nada".

- E por fim:


"Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha um pedágio
tinha um pedágio no meio do caminho
no meio do caminho tinha um pedágio"


5 comentários:

  1. Silmara, mil perdões...
    Só vi agora os seus comentários a respeito da sua viagem a Fortaleza. Como foi tudo???? Passei um tempão sem entrar na net... Então, não estava vendo meu blog... Espero que você tenha conseguido fazer passeios especiais e diferentes em Fortaleza.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Silmara, eu também odeio a rede Ibis... Fiquei hospedada no Ibis Teresina e não recomendo a ninguém...

    ResponderExcluir
  3. Lidiane, eu gosto da rede. O Ibis Guarulhos é perfeito para quem só precisa passar a noite e pegar um voo em Cumbica pela manhã. Mas esse pedágio de Indaiatuba é uma piada... de mal gosto!

    ResponderExcluir
  4. imaginem nós , moradores de Indaiatuba, temos que pagar pedagio para irmos em bairros que ficam depois da praça de pedagio? Para não pagarmos , temos que ultilizar um desvio ridiculo, cheio de lombas, curvas fechadissimas, ponte em só cabe um carro por vez? E nesses locais temos que passar a 20 km por hora, correndo o risco de sermos assaltados á cada trecho como já aconteceu varias vezes..

    ResponderExcluir
  5. Sem a menor lógica esse pedágio. No caminho entre Caxias do Sul e Gramado ocorre algo parecido e o pedágio foi colocado bem em frente a um posto de combustível. O dono do posto simplesmente fez um desvio e passando por dentro dele ninguém paga pedágio. Como é uma área particular não podem fazer nada contra.

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.