Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 de julho de 2011

Ricardo Freire no Salão do Turismo

            De 13 a 17 de julho de 2011 aconteceu no Anhembi em São Paulo a 6º edição do Salão do Turismo - Roteiros do Brasil. Eu adoraria ter visitado o evento, mas não deu, então fiquei só nos passeios virtuais e quanto mais leio, fico com mais água na boca.
            Augusto Rocha, do blog Like and Share resumiu em um post a palestra de Ricardo Freire sobre destinos turísticos brasileiros. Excelente, veja:

O Brasil por Ricardo Freire

18 de julho de 2011

          Se você ainda não conhece o Ricardo Freire e trabalha com turismo, clique ali no nome dele, passe a seguir no twitter, favorite o Viaje naViagem e pode esquecer esse meu blog aqui.
          Mas de qualquer forma vou continuar escrevendo.
          Acabou ontem o Salão do Turismo, passei por lá na quinta e na sexta. Achei bem mais organizado que o do ano passado, e me passou pela cabeça o seguinte pensamento.
         Porque tem a Feira da ABAV se poderíamos ter o Salão aberto para o trade e os agentes nos primeiros dias, e depois para o público final.
          Em uma semana ocorreria o grande encontro do turismo, assim como o Salão do Automóvel, e os demais seriam eventos locais, enxutos e dinâmicos como o de Gramado (que é o que eu conheço) mas meu tema aqui é outro, nem vou me meter nessa briga.
         Visitei por dois dias o Salão porque não queria perder a palestra do Ricardo Freire, o turista profissional, ex-publicitário (foi ele quem criou o famoso “Não é uma Brastemp”), escritor, e eu defino ele como um Luis Fernando Verissimo que viaja mais do que toca jazz.
Ricardo Freire no Salão dom Turismo
            Vou fazer um resumo aqui, pois vi a melhor definição do Brasil como produto.

            Ele começou sua palestra que tinha como tema, “Por que vale a pena viajar pelo Brasil, mesmo com o dólar barato” falando do triste fato que mesmo merecendo, o Brasil NÃO TEM O MAR DO CARIBE.
            Mas que depois de dois dias, aquele mar verde perde a graça pela falta da CAIPIRINHA e do QUEIJO COALHO, exclusividades nacionais e que fazem toda a diferença.
            E nessa pegada de comparação, ele destacou nossos principais destinos:

Lençóis Maranhenses
Que não tem concorrente nenhum no mundo, ecossistema único.

Rio de Janeiro
Que embora esteja tão caro quanto Nova York, NÃO TEM PROBLEMA ALGUM, POIS PODE COBRAR MESMO, afinal na sua definição, “viajo o mundo inteiro, para encontrar algum lugar tão encantador, quanto o Rio de Janeiro”

Cataratas do Iguaçu
Quando comparadas as Cataratas do Niágara, nas palavras do Riq viram um CHAFARIZ DE SHOPPING CENTER, ganham de goleada, e um motivo de tristeza para ele é saber que muitas pessoas foram a Foz, apenas para trazer muamba do Paraguai, como se precisasse de algum motivo além desta MARAVILHA DO MUNDO.

Que caso você não conheça, clique ali no nome e sinta a mesma vergonha que eu senti ao descobrir, COMO EU NÃO CONHEÇO INHOTIM. E o Riq adiantou que eles vão construir um complexo hoteleiro multi-categoria lá. =)

Chapada Diamantina
Ao invés de viajar dias até a Nova Zelândia, é possível encontrar cenários tão maravilhosos, ou mais, aqui no Brasil.

Belém do Pará
Deixa Puerto Madero com inveja, e tem a gastronomia que vai suceder a Tailandesa no mundo. Destaque para o TACACA, que o Riq comparou da seguinte forma “O Tacaca é como a mistura do Mizushiro com o Santo Daime”

Fernando de Noronha
Aqui vale colocar uma frase ótima “Conheço pessoas que não vão a Noronha porque acham muito caro, mas jamais conheci alguém que foi e se arrependeu”. O Riq aproveitou e criticou os cruzeiros que aportam no Arquipélago, pois considera uma maneira não eficiente de conhecer e preservar o local, pois até algumas são fechadas quando chegam os cruzeiristas.

Sul da Bahia
Um lugar preservado por estar justamente longe das capitais, a exceção de Porto Seguro, e que oferece cenários e experiências únicas no Brasil, e nesse tópico Riq comentou sobre a melhor viagem que fez nos últimos tempos, leia ela aqui.

Brasília
Nossa capital tem atrativos únicos, e pode ser visitada em um fim de semana, usando milhas e no contra fluxo do turismo de negócios que lota os hotéis de lá durante a semana.

Salvador
Acho que essa dispensa comentários, pela mistura única que Salvador oferece.

São Paulo
Aí está a grande aposta de Riq para a Copa, pois São Paulo é a cidade mais desconhecida do Brasil, tamanho o seu potencial. E depois que o mundo todo vier para cá, é só dela que irão falar.

               Depois o Riq falou das nossas festas, e ao invés de começar com o Carnaval, falou do Réveillon, nossa maior e exclusiva festa, pois por mais que o mundo comemore, é só aqui que milhões de pessoas de branco vão ao mar pular sete ondas, e assim enterrar os erros do ano que passou, e começar um novo ano cheio de promessas e esperanças.
               Sobre o carnaval, a mudança do Rio, que de cidade calma (fora do sambódromo é claro) durante a folia, virou a cidade mais agitada depois de Salvador, que dos trios, virou o carnaval dos camarotes, mas destacou Parintins que é impossível de se entender pela TV, só ao vivo.
              Ricardo terminou pedindo mais apoio ao turista independente e quando as perguntas começaram, para a alegria do ausente Artur Andrade, os gaúchos (nesse caso não eu) presentes EXIGIRAM a presença de algum destino nosso na lista, o que motivou até a ida da Secretária de Turismo ao encontro do Riq, fazendo seríssimas cobranças ao gaúcho, que inclua seu estado natal nos próximos roteiros. Realmente não temos jeito.
             Enfim, uma aula de diferencial competitivo do Brasil de encher os olhos, dezenas de tweets sobre viagens que não foram feitas ainda, e várias idéias na mente depois dessa apresentação.
            Se você não está falando do Brasil na internet, saiba que tem gente muito boa fazendo isso, e fazendo há anos, pelo menos acompanhe.
            Os blogueiros de turismo do Brasil, em breve serão tema de post por aqui.
            Sou fã assumido do trabalho e da carreira deste TURISTA PROFISSIONAL e só posso agradecer por dividir essa visão sobre o Brasil.
            Agora vamos lá. Se os gringos não vierem que nós mesmos possamos conhecer nosso país.
acesso em 19/07/2011

            Muito bom, não é mesmo? Verdadeiro guia para quem procura o melhor que o Brasil tem a oferecer. Alguns destinos eu já me aventurei a palpitar por aqui:

Rio de Janeiro Não visitei ainda, mas me apaixonei definitivamente quando vi o filme "Rio", mesmo tendo lido sobre todas as misturas de cenários e logísticas duvidosas ressaltadas pela Revista Época.

Sul da Bahia Digam o que quiser, eu adoro Porto Seguro!

Brasília Acho que todo brasileiro tem que conhecer a capital do país. Em agosto estarei por lá pela 3ª vez.

São Paulo Sou paulistana longe da capital desde criança, onde só volto para passear e para compromissos profissionais. Pode ser que seja por isso que acho que "São Paulo é Tudo de bom" como diz o vídeo postado aqui no blog.

2 comentários:

  1. Silmara,
    Aproveitei depois de ver a blogagem coletiva, este post do Ricardo Freire que é meu guru!!
    Adorei e estou compartilhando com a blogsfera. Aliás, adorei também o Like and Share!
    Um grande abraço!
    Marcia

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.