Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

26 de janeiro de 2012

Palmas para crianças perdidas

Praia urbana de Balneário Camboriú

             A praia central de Balneário Camboriú é uma festa familiar e colorida. São baldinhos, pranchas, boias... e entre tantas cadeiras e guarda-sóis são frequentes crianças correndo perdidas. Quando isso acontece alguns voluntários pegam a criança pela mão ou nos braços e seguem caminhando pela beirada da praia batendo palmas, por onde vão passando todos engrossam o coro das palmas e assim a praia toda fica sabendo que uma criança está a procura dos pais.
        Eu não conhecia esse 'código', mas ele foi criado em 2006, nas praias do litoral paulista por um grupo de voluntários chamados Anjos do Verão. O slogan é Bata palmas para essa ideia. Os idealizadores da estratégia do palmaço são dois educadores, Aparecida Rix e Rui Silva, que criaram o método após passarem pela situação com o filho de 2 anos.
         Para comemorar a marca de 1000 crianças encontradas desde o verão de 2006, os educadores pretendem promover na terça-feira de carnaval de 2012 uma ação conjunta, às 13:30h, na praia da Enseada, colocando 50 mil banhistas para bater palmas juntos por 30 segundos e cadastrando a ação de responsabilidade social no Guinessbook.
        Fui pesquisar sobre a novidade que conheci nas praias de Santa Catarina e encontrei notícias sobre o palmaço até em Punta del Este. Tomara que se torne um código conhecido e utilizado em todo o nosso imenso litoral. Quem já perdeu um filho na praia (como eu) sabe o quanto é desesperador.
             Ajude a divulgar essa ideia.
             

7 comentários:

  1. Uma inciativa q com certeza deve ser seguida e divulgada, já perdi meu filho numa cidade hist´rorica, foi horível, mas graças a Deus o encontramos são e salvo no ônibus em que fomos, o danadinho encontrou o caminho de olta!

    ResponderExcluir
  2. Silmara, que legal esse negócio das palmas.Eu que me perdia e muito, e justo em Canboriú,onde passavámos férias.Mas a culpa tem a miopia...rsrs...Tirava os óculos e já era.Tentava achar pelo guarda sol.

    Quanto a filhota com medo de borboletas,entendo.Eu tenho pavor de lagartixa,tenho prá mim que dinoussauros não foram extintos, só diminuiram de tamanho e sobem nas paredes.Ecaaa

    Boas férias...Besitos

    ResponderExcluir
  3. Silmara, como você mesma observou meu filho está moço, tem 25 anos! Mas quando tinha de 12 para 13 sumiu de perto de onde estávamos e meu coração ficou assolado como um campo de guerra. Só de lembrar o desespero fico meio sem ar. Se esse código já existisse eu não teria sofrido tanto. Por fim, quando eu já me descabelava, lá vem o moleque, todo tranquilo... tinha ido até a pousada tomar água e não avisou ninguém... :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Mônica Nobrega da Costa27 de janeiro de 2012 18:45

    Ótima iniciativa, só temos que deixar as crianças informadas sobre este "artifício", assim até elas poderão ajudar e entender. Tb já aconteceu 2x com meu filho,numa loja de departamento e em um parque da Disney. É um horror, mas na verdade temos é que ficar ligadas integralmente. Afinal, a responsabilidade é nossa, dos pais.

    ResponderExcluir
  5. Aconteceu de uma menina se perder na praia na primeira vez que fui pra Camboriú... As palmas realmente funcionam!!
    Ótima iniciativa!

    ;D

    ResponderExcluir
  6. Não sabia deste novo "código". Uma iniciativa bem legal.Vou compartilhar esse link, pode?
    Bjos.
    Marcia

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.