Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 de maio de 2012

Dicionário do viajante

 '(...) o turismo foi inventado (...) pelas aristocracias européias para se distinguirem das classes operárias. Portanto, o turismo começou como um fenômeno de elites, principalmente a inglesa.' (Leia mais sobre a história do turismo)

              Não sei se isso explica a quantidade de termos em inglês utilizados em tudo que se refere ao turismo, mas se não der pra explicar a origem dos termos, vamos pelo menos entendê-los:
ícones de viagem para web
Agência – loja que comercializa produtos turísticos como pacotes, passagens, reservas de hotéis de diversas operadoras. (ver operadora)

Airpass – Passe ou passagem aérea vendida pelas companhias para voos regionais no exterior.

All inclusive – Determina o sistema no qual todas as despesas (como refeições, bebidas alcoólicas e até gorjetas) estão incluídas no valor pago pelo hóspede. Geralmente relaciona-se à resorts ou cruzeiros marítimos. (ver pensão completa).

Arrival – Desembarque

Bed & Breakfast – Literalmente, cama e café da manhã. Termo normalmente utilizado para designar hospedagem econômica.

Boarding-Pass – Cartão de embarque contendo os principais dados da passagem (horário, destino, nome do passageiro, poltrona e os números do voo).

By night – Passeio noturno pela cidade.

City tour – Passeio turístico pelos principais pontos de uma cidade. No City Tour Panorâmico, o turista nem desce do ônibus.

CHD – Abreviatura de children (criança). Geralmente refere-se à passageiros com idade entre 2 e 11 anos.

Charter – Voo fretado por uma operadora para determinado destino. Geralmente mais barato que o regular, com saída única (mesmo que dentro de uma série), e datas pré-determinadas. É ele que torna os pacotes turísticos mais baratos.

Check-In – Procedimento de apresentação realizado no aeroporto junto ao balcão da companhia aérea; nesse momento se despacha a bagagem. Ou procedimento de entrada em hotel. (ver Early check-in)

Check-Out – Procedimento de saída do hotel; nesse momento se fecha a conta. (ver late check-out).

Deck – São os andares do navio. Quanto mais alto o deck, mais cara a cabine.

Departure – Origem, embarque.

Duty Free Shop - lojas localizadas em aeroportos onde são vendidos produtos importados e nacionais sem acréscimo de impostos ou taxas governamentais de importação. Só tem acesso ao Free Shop passageiros em viagens internacionais.

Early check-in – Entrada no hotel antes do horário normal ou programado. É negociado no momento de fazer a reserva.

E-ticket - Abreviatura de “eletronic ticket”. Substitui a passagem aérea emitida em papel. O viajante recebe por e-mail para imprimir ou simplesmente anotar o número do localizador.

Gate - Portão de embarque.

Guia de Turismo – profissional que trabalha acompanhando turistas em passeios e atrações. Detesta ser chamado de Guia Turístico.

Guia Turístico – material impresso em que o turista encontra informações sobre o destino que visita: mapas, dicas, endereços, etc.

Late check-out – Saída do quarto/apartamento após o horário normal ou programado. Normalmente os hotéis dão uma tolerância de até duas horas, quando solicitado previamente no momento da reserva.

Localizador –É o código que identifica uma reserva aérea. Todo contato com a companhia aérea deve ser feito com o número localizador em mãos.

Life boat – Bote/barco salva-vidas.

Meia pensão – Sistema de hospedagem com café da manhã e mais uma refeição (almoço ou jantar).

Milhagem – É uma bonificação que as companhias oferecem em troca da fidelidade dos passageiros. O passageiros acumula pontos (milhas) e depois troca por trechos aéreos.

Non Stop – Voo sem escalas.

No Show – Não comparecimento de um passageiro ao embarque ou a não entrada do hóspede no hotel.

Operadora – Empresa responsável pela montagem dos pacotes turísticos.

Outlet - Porta de fábrica. Lojas que vendem a "preço de fábrica". Também são chamadas de factory outlet e outlet mall.

Pacote turístico – produto vendido pelas operadoras contendo passagem aérea, hospedagem em hotel, transfer in/out, City Tour e/ou outros itens.

Pax – Passageiro.

Pensão completa – Sistema de hospedagem que inclui todas as refeições. As bebidas não estão incluisas como no all-inclusive.

Pier: Local para parada de embarcações nos portos.

Receptivo – Serviços prestados aos viajantes no local de destino. A agência de receptivo vende passeios feitos no destino e arredores.

Transfer – Transporte aeroporto/hotel/aeroporto na chegada e saída do passageiro ao destino. O mesmo que traslado. É comum ser chamado de “transfer in” ou “transfer out”, respectivamente transporte de chegada e saída.

Traslado – O mesmo que “transfer”.

Traveller’s Check – Cheque de viagem que pode ser comprado em qualquer casa de câmbio do país mediante apresentação de passaporte e passagem aérea; também podem ser comprados em algumas agências bancárias.

Uma perna – Apenas um trecho de uma viagem e não uma ida e volta.

Upgrade – Transferência de uma classe para outra superior sem pagamento de taxa adicional num voo ou hospedagem em hotel, por exemplo.

Visto de entrada – Autorização exigida para que um estrangeiro possa visitar outro país. Antes de viajar ou de comprar a viagem é fundamental saber se o país de destino exige ou não o visto de brasileiros. Em caso positivo, informe-se sobre a documentação necessária e os prazos para a entrega do requerimento.

Voo regular – Que faz parte dos serviços rotineiros de uma empresa aérea, com partida e chegada independente do número de passageiros.

Voucher – Ordem de serviço turístico emitido pela agência, operadora ou sua representante legal. Normalmente os viajantes levam consigo e devem fazer a contra-apresentação para a prestação do serviço


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.