Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 de maio de 2013

Comida nos EUA

         Em primeiro lugar é caríssima e em segundo é horrível. Claro que para nossos padrões tanto econômicos quanto de paladar. Por isso uma passadinha no Walmart é imprescindível, mas não se empolgue porque as embalagens são gigantes e além de não ter um refrigerador duplex no apartamento do hotel, todo dia a mesma coisa enjoa.
Walmart em Orlando na Florida
A Laura adorou o Leite Ninho gigante.
              A comida nos Estados Unidos ou é adocicada ou é muito apimentada. Nos primeiros dias pode ser até divertido comer lanche e batata frita, principalmente para as crianças, mas depois de uma semana você estará louco por um arroz e feijão que só encontrará nos restaurantes brasileiros. Em 15 dias, nós fomos a 2 deles em Orlando: o Camila´s e o Vittorio's, em ambos o preço era USD19, com bebida e sobremesa.
            O Camila's serve uma comida mais simples, aquele almoço de domingo bem brasileiro: salada, arroz, feijão, lasanha, frango assado, bife e farofa. Comida caprichada e bom atendimento também. Fica ao lado da Yes Brasil, onde achei os preços altos, de uma padaria e supermercado com produtos brasileiros.
             O Vittorio's é um restaurante mais cheio e com comida mais variada com pratos a base de bacalhau, camarão, etc. No dia em que estivemos lá, estava jantando a atriz Anna Karolina Lannes, a Ágata, filha da Carminha na novela Avenida Brasil. A menina é um doce e atendia aos fãs brasileiros na maior boa vontade, mas um pouquinho de bom senso não faz mal a ninguém. É uma criança aproveitando suas férias e não um personagem da Disney posicionado para fotos. Eu a fotografei de longe e deixei a menina em paz. Fica ao lado da Perfumeland, entre outras lojas. Na Perfumeland, nem todos os preços praticados são os melhores, mas vale a pena dar uma olhada geral na loja. Encontrei, por exemplo, o shampoo Senscience por 12 dólares, menos que a metade do preço no Brasil.

Restaurante de comida brasileira Vittorio's, em Orlando
A foto ficou ruim , mas eu a deixei jantar sossegada.
           Há alguns restaurantes que não impressionam tanto pela culinária, mas pela decoração. Em Downtown Disney fomos ao T-Rex e ao Planet Hollywood. Na City Walk fomos ao NBA Restaurant.

Restaurante T-Rex em Downtown Disney

          O T-Rex é diferente de tudo que já vi no Brasil. Os dinossauros da decoração se movem e soltam ruídos, as crianças têm um área onde brincam de desenterrar ossos e fazer descobertas e o cardápio precisa de ajuda para se decifrar os pratos com nomes do tempo das cavernas, mas há garçons que falam espanhol que nessa hora são uma ajuda e tanto. Foi nossa conta mais cara em restaurantes nos Estados Unidos (UDS125), porém a comida tem gosto de comida.

Restaurante T-Rex em Downtown Disney

           No Planet Hollywood a decoração chama muito mais a atenção que o cardápio, mas já está valendo. No nosso caso, o jantar já fazia parte do pacote e tinha um cardápio específico com 4 ou 5 opções entre lanches e massas, além da sobremesa que era um brownie muito doce.

Planet Hollywood em Downtown Disney, Orlando

           O restaurante da NBA, como era de se esperar, toda a decoração remete ao basquete. Há uma loja (nos outros também, claro) com camisas oficiais e outros produtos relacionados ao esporte e ao entrar cada um recebeu um ticket para trocar com fichas e jogar nas máquinas. Era um almoço que também já fazia parte do pacote com sorvete de sobremesa. Não era uma comida excepcional mas... tinha arroz!!!
Restaurante NBA, City Walk, Orlando - Florida

         O almoço é sempre nos parques onde há várias opções de cardápios e preços nunca muito camaradas. Um hot dog (pão, salsicha e só) custa USD9, o copo de refrigerante tem 2 tamanhos diferentes por USD2,55 ou USD2,90. De qualquer forma você terá que comer, então não caia na tentação de ficar convertendo em reais para não ter uma congestão.
           O lugar que me pareceu mais interessado em atender ao paladar do brasileiros foi a praça de alimentação do Florida Mall onde em frente a cada restaurante fica um funcionário oferecendo a degustação. Uma volta inteira por ali, experimentando tudo, você sai alimentado sem gastar nada.
          Se nada lhe agradar sempre haverá por perto um Mc Donald's ou Subway com preços bem parecidos com aqueles praticados no Brasil. Bom apetite!
Tag De Turista a Viajante na Disney


Um comentário:

  1. Engraçado, né?, isso do paladar diferir tanto do nosso. Aceitamos que eles falem outra lingua, mas seria interessante que tivessem paladar semelhante ao nosso. Muito doce ou muito apimentado? Ninguém merece!
    "Tempero bom/mineiro faz/não tem como duvidar...". rs
    Abraço!

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.