Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

31 de agosto de 2013

Shows do Beto Carrero World

Post atualizado em setembro/2016

São o que há de melhor no parque, simplesmente impecáveis!

Shows do Beto Carrero World

      É o antigo Extreme Show que mudou de nome, com poucas alterações na apresentação. O momento mais emocionante, o looping do carro, está de volta. Continua sendo o meu preferido, já assisti 4 vezes e não me canso. No Disney Hollywood Studios havia um show muito parecido com cenário idêntico que foi encerrado em abril/2016. Mas acredite, a apresentação brasileira é melhor. Imperdível.

Shows do Beto Carrero World

      Esse é um show pago, pois inclui o almoço. Pode ser dividido no cartão de crédito em até 5 vezes. O custo benefício é bom, se analisarmos que os preço na qualquer restaurante da praça de alimentação são bem uniformes e pouco interessantes. Nesse show medieval o rei apresenta seus cavaleiros e há uma disputa pela espada Excalibur. A plateia são os convidados do rei e cada setor torce pelo cavaleiro com a armadura na mesma cor. É divertido.

Shows do Beto Carrero World
Foto do site oficial.
(antigo Acqua Show)

    É o show mais ao estilo circense do parque, com malabaristas e acrobatas que simulam o ambiente marinho. Não é tão empolgante quanto os dois anteriores, mas a precisão dos movimentos dos artistas impressiona e os figurinos são perfeitos. Minhas filhas compararam o cenário com o do Nemo, do Animal Kingdom. Realmente é parecido. A disposição das cadeiras no auditório não ajuda muito, por isso chegue cedo para pegar um lugar mais na frente.

Madagascar Circus Show

    É o show mais infantil do parque, com os personagens de Madagascar e também malabaristas, acrobatas e ciclistas que fazem uma apresentação bem legal. Claro que quem mais vai se animar são as crianças, mas os pais não vão se entediar, vá tranquilo.

Shows do Beto Carrero World

      É o musical que encerra o dia no parque, encenado em homenagem ao Beto Carrero. Se passa no Velho West onde o cawboy é o herói de uma cidade  e salva os moradores da tirania de um bando de malfeitores. Tem música, dança, algumas tiradas de humor, um pouquinho de adrenalina... e por aí vai. É um pouquinho extenso, quase 1:30h. Sem dúvida vale a pena assistir, mas não é um show que dê pra se animar a ver dois dias seguidos.

Shows do Beto Carrero World
Foto do site oficial

     Não me animei para assistir, pois as filas eram sempre grandes e o show acontece apenas das 13:30h às 15:30h, (teria que abrir mão do Velozes e Furiosos que é às 14h), de 15 em 15 minutos. E também porque é bem previsível: um jogo de luzes e espelhos que faz parecer que uma mulher se transformou em gorila. O que se ouve dizer é que o ambiente muito escuro e a narração sombria assustam bastante as crianças.

Shows do Beto Carrero World
Foto do site oficial.

        Também não fui e nem considero como um show. É uma casa do terror onde atores se passam por monstros em vários cenários diferentes. É paga à parte. Andando pelo parque sabe-se quem esteve no Portal da Escuridão pelas cicatrizes cenográficas (que acredito que sejam novamente pagas lá dentro). Há muitas crianças com essas cicatrizes então imagino que não seja assim tão assustador.

Informações importantes:
- Os horários e locais estão identificados no mapa do parque que você pega na entrada;
- Meia hora antes de cada show começa-se a entrar nos locais onde acontecerão;
- Todos começam rigorosamente no horário indicado;
- Em dias de parque muito cheio os shows mais curtos (Excalibur, Blum, Velozes e Furiosos) podem acontecer em duas sessões. Os horários ficam expostos em frente à atração.


30 de agosto de 2013

Teste - Como escolher um cruzeiro marítimo 2013/2014 (outros portos)

* Para Fernando de Noronha, escolha entre os portos de Natal, Fortaleza, Cabedelo ou Recife.

* Para saídas do porto de Santos, clique aqui.

* Para saídas do Rio de Janeiro, clique aqui.



Obs: Este teste não está vinculado a nenhuma agência ou operadora de turismo, portanto o De Turista a Viajante não se responsabiliza por eventuais alterações nos roteiros e datas. 

Leia também: Índices de postagens sobre cruzeiros no De Turista a Viajante.
logo mala


26 de agosto de 2013

Beto Carrero World com chuva...

... mas sem filas!

Visita ao Beto Carrero World em dia de chuva

       A previsão do tempo nos enganou e no dia programado para ir ao Beto Carrero World amanheceu chovendo. No café da manhã o pessoal estava aos celulares cancelando os passeios e pensando no que fazer no dia chuvoso em Balneário Camboriú. Eu estava lá firme e forte no propósito de ir ao BCW; no elevador uma hóspede me perguntou espantada se eu iria com chuva mesmo. 'Sem dúvida', respondi a ela. Eu me lembrava bem do tempo que já passamos em filas por lá e queria aproveitar o parque vazio. 
        Como diria meu personagem preferido Sheldon Cooper: Bazinga!  Foi um dia perfeito!

Visita ao Beto Carrero World em dia de chuva

          Ainda na Van, chegando ao parque fomos cercados pelos ambulantes vendendo capas plásticas por R$5,00 e avisando que dentro do parque custavam R$10,00; era verdade. E lá fomos nós simplesmente chegando e entrando nos brinquedos. Só na Raskapuska, que é o brinquedo preferido da Laura por causa da musiquinha, foram 3 voltas. 

Visita ao Beto Carrero World em dia de chuva - Raskapuska
Raskapuska
                Lá pelas 10:30h, a chuva parou totalmente e aí foi só alegria! As disputadas mamadeira para os cabritinhos? Três para cada uma. Fotos com os personagens de Madagascar e Shrek? Conseguimos tirar com todos!


Visita ao Beto Carrero World em dia de chuva

          Aproveitamos o dia todo no parque sem perder preciosos minutos e ganhando tempo extra nos brinquedos, pois como não havia filas, ou eram bem pequenas, nas montanhas russas menores, davam duas voltas ao invés de uma. O tempo para comer foi o mínimo já que não havia filas e nem faltavam mesas na praça de alimentação.

Visita ao Beto Carrero World em dia de chuva

             É claro que ninguém vai torcer pela chuva em dia programado para se passar no parque, mas caso chova... eu não desmarcaria!


Leia também: Hotel Marimar, em Balneário Camboriú

21 de agosto de 2013

Sabores de Balneário Camboriú




Sabores de Balneário Camboriú -  camarão
      Sem planejar, cheguei a Balneário Camboriú na semana em que acontecia o 4º Balneário Saboroso (11 a 28/07), por isso todos os hotéis tinham o guia do festival gastronômico. O evento contou com 23 restaurantes participantes oferecendo um menu completo com entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo de R$34,90. Também aconteciam palestras e workshops com chefs famosos. 

Sabores de Balneário Camboriú -  Pizza Bis
Sabores de Balneário Camboriú -  fondue       Eu fui a alguns restaurantes que constavam no guia, mas não pedi o prato do festival. Não sou nenhuma expert em gastronomia, mas as opções me pareceram meio discrepantes. Pelo mesmo valor você poderia comer lagostim grelhado de entrada, lagostim acompanhado de arroz com salmão no prato principal e escolher a sobremesa em um restaurante e em outro comer salada de folhas na entrada, uma massa (fettutine) como prato principal e um pudim de sobremesa. O cardápio não se equipara e a diferença no custo/benefício não se relaciona à riqueza de ingredientes ou segredos de preparo, salada de folhas é salada de folhas e só!
     Preferi ficar com os outros sabores de Balneário e são muitos! Para encontrá-los basta caminhar pela Av. Atlântica onde os restaurantes estão localizados um ao lado do outro, todos de frente para o mar. Lá se encontra de Fast Food  a cozinha mais requintada, de pizza a fondue. 
Sabores de Balneário Camboriú -  café da manhã no hotel Riger
     São opções para todos os bolsos e paladares: de caldos e sopas à duvidosa sequência de camarão que de acordo com Mário Prata é a coisa mais cafona que existe. Não pedi a sequência, desta vez preferi os camarões ao alho e óleo que estão na primeira foto.
     E a Pizza Bis!? Ah, a Pizza Bis não pode faltar em pelo menos um jantar, é uma delícia! 
      Logo em nosso primeiro café da manhã já vimos que as experiências com sabores variados nos aguardavam, havia uma mesa esécial no restaurante do hotel com guloseimas de festas juninas.
Almoço na AABB em Blumenau: bom e barato
Pista de sobremesa da AABB
      Porém, entre todas as refeições desta estadia em Santa Catarina, a que mais me impressionou foi o almoço em Blumenau, não pela sofisticação dos pratos ou riqueza dos ingredientes, mas pela qualidade e variedade da comida oferecida por um preço baixíssimo: buffet farto por R$11,00 por pessoa, com sobremesa e suco! Nunca vi isso em lugar nenhum. Havia umas 10 opções de saladas, masi de 10 opções de pratos quentes, sobremesas variadas e 3 opções de suco. Esse almoço memorável foi na AABB, se estiver em Blumenau dê uma passadinha por lá e depois me conte.

16 de agosto de 2013

Barra Sul - Balneário Camboriú

Barra Sul - Balneário Camboriú - SC
Barra Sul - foto tirada a partir do teleférico.

            A Barra Sul é o lado oposto à Praia do Canto (Barra Norte), o outro extremo da orla urbana. Da Estação Barra Sul saem os teleféricos que ligam a Praia Central à Praia de Laranjeiras. O Bondindinho (R$3,50) percorre a orla de uma ponta a outra, seguindo pela Av. Atlântica em direção à Praia do Canto e voltando pela Av. Brasil até a Barra Sul onde é necessário desembarcar e comprar nova passagem se quiser continuar a usar esse transporte.

Barra Sul - Balneário Camboriú - SC
Os teleféricos que contornam o morro até a Praia de Laranjeiras, do outro lado.
          Neste ponto o Rio Camboriú se encontra com o mar e há uma passarela chamada Molhe da Barra Sul onde as pessoas passeiam, pescam ou simplesmente admiram a vista da cidade. Também é daqui que saem os passeios no barco Pirata que percorre toda a orla e contorna o morro pelo mar chegando à Praia de Laranjeiras. Há um ingresso "casado" que possibilita ir para a Praia de barco e voltar de teleférico ou vice-versa.

Barra Sul - Balneário Camboriú - SC

Barra Sul - Balneário Camboriú - SC
Vista da cidade a partir do molhe da Barra Sul.
          Há lojinhas de artesanato, uma pracinha com esculturas onde os turistas adoram fotografar e alguns restaurantes nos arredores. Dentro da Estação Barra Sul há também alguns quiosques comerciais, um deles que vende ingressos do Beto Carrero World e foi onde encontrei o melhor preço do transfer até lá -  R$25,00. Há restaurante dentro da estação, sorveteria e venda de outras guloseimas. Nós almoçamos na Casa do Camarão que fica embaixo e a comida estava divina.

Almoço na Barra Sul - Balneário Camboriú - SC

            A Barra Sul é passagem obrigatória para quem vai à Praia de Laranjeiras seja pelo ar (teleférico) ou pelo mar (Barco Pirata), mas mesmo que a intenção não seja essa, num final de tarde descompromissado vale a pena pegar o Bondindinho e passear por ali. Se for para almoçar, eu garanto que não se arrependerão.


11 de agosto de 2013

Cristo Luz - Balneário Camboriú

Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC

         Há alguns lugares turísticos que é preciso conhecer mesmo que seja para não  voltar mais a eles, o Cristo Luz pode ser um desses. Só em minha 4ª visita à Balneário Camboriú resolvi vê-lo de perto e confirmei o que já desconfiava: não há muito o que se fazer por lá, a não ser que seja em datas com programação especial.

Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC

           No alto do morro, aos pés do Cristo Luz, há um mirante de onde se vê a cidade toda, restaurante e pizzaria, loja de lembranças e um memorial que conta a história da construção do Cristo através de fotos legendadas. Gostei das fotos da Praia Central em várias décadas diferentes, muito interessante ver como a cidade evoluiu.
           
Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC

          O Cristo muda de cor e o tempo todo há um fundo musical instrumental para ajudar a criar um clima místico, há também um Cristo em miniatura para fotos com sua própria câmera ou tiradas pelo fotógrafo do complexo.

Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC
Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC





















Cristo Luz - Balneário Camboriú - SCCristo Luz - Balneário Camboriú - SC

         Os valores para entrada no complexo mudam de acordo com o horário: até às 19h custa R$10,00 por pessoa e após as 19h, o valor sobe para R$20,00. Há ônibus gratuito que passa pela Av. Brasil, a cada 40 ou 50 min, a partir das 16h, sem horário muito fixo. A volta pode ser feita com o mesmo ônibus.

Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC

         Os depoimentos publicados no site oficial dizem maravilhas a respeito do lugar, então pode ser simplesmente uma questão de preferências. Eu não fiquei nem uma hora por lá e fui aguardar dentro do ônibus o horário da saída. Minha dica: chegue pouco antes das 19h para pagar metade da entrada e poder observar a iluminação colorida do Cristo; programe-se para jantar por lá, assim a visita fica mais interessante.

Cristo Luz - Balneário Camboriú - SC


6 de agosto de 2013

Floripa, não, Florianópolis - Mário Prata

Mais que uma prainha bonita - Floripa, não, Florianópolis

        O que um turista deve saber sobre "Floripa”, pergunta-me o autor desta reportagem. Floripa, ele diz. Ele não deve ser daqui. Quem inventou esse diminutivo (que os turistas podem achar carinhoso) não foi nenhum manezinho da ilha. Dizem que é coisa de turista. Portanto, a primeira recomendação: vindo para cá, chame a cidade de Florianópolis mesmo. Os daqui agradecem.
      A segunda: se você vir algum carro barbarizando ou buzinando no trânsito, pode ter certeza de que não se trata de ninguém da ilha. Se a placa começar com “I”, é gaúcho; se começar com “A”, é paranaense. Mas pode ser também de São José, cidade vizinha cujos motoristas, sabe-se lá por quê, dirigem muito esquisito. Na eleição para prefeito, um dos candidatos era de São José. O adversário mandou fazer alguns outdoors: “Você vai deixar que alguém de São José dirija a sua cidade?”
        Terceira: não tome o argentino pela versão grosso-feio-duro que vem no verão e habita a Praia de Canasvieiras. Se você conhece a Argentina, sabe que eles são o oposto dessa.
       Quarta recomendação: ao marcar voos para vir ou voltar, confira a tabela do Campeonato Brasileiro (e a do Catarinense – você consegue na internet). Não chegue nem saia da ilha no horário de jogos do Avaí. Tem apenas um caminho entre toda a ilha e o Estádio da Ressacada e o aeroporto Hercílio Luz. O engarrafamento pode durar algumas horas.
       Quinta: ao ir à Praia Mole (é a maior fria para voltar depois), não pense que todo mundo da ilha é daquele jeito, não. Vai lá que você vai entender o que eu estou dizendo.
      Sexta: nunca peça sequência de camarão. É a coisa mais cafona que existe. Só desavisados entram nessa. Os nativos ficam a observar e a rir.

Sequência de camarão das praias da Santa Catarina
Sequência de Camarão - foto de www.tripadvisor.com
             Mas tenha certeza de uma coisa: não existe lugar mais lindo e mais saudável para viver ou passear que Florianópolis. O povo é bonito, educado, calmo e hospitaleiro. Até que você jogue uma latinha de cerveja pela janela do carro! Ou mesmo um cigarro na rua! Se você vir alguém fazendo isso, é turista! Aquele mesmo que acha legal dizer que está em Floripa.
        Como se Florianópolis fosse a casa dele.
Publicado originalmente em novembro/2010


1 de agosto de 2013

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC
   
         A orla urbana de Balneário Camboriú, chamada de Praia Central, tem 6,8 km de extensão. Em um extremo fica a Barra Sul (Pontal Sul ou Ponta Sul, já vi as três denominações), onde se localiza o bondinho/teleférico que liga essa praia à Praia de Laranjeiras. No outro extremo fica a Barra Norte, com uma passarela de madeira que contorna o morro e leva até uma prainha isolada: a Praia do Canto. 

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC


Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC

         A única forma de chegar por terra até essa praia é pela passarela que é monitorada pela guarda municipal até às 18h. A caminhada é bem agradável, há trilhas que adentram a mata, bancos para descansar ou apreciar a paisagem e mirantes de onde se avista a orla inteira de Balneário Camboriú.

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC

Vista desde a passarela da Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC

          Depois da caminhada chega-se a um pequeno paraíso onde não há ambulantes nem barracas de praia, apenas sossego, pelo menos em baixa temporada. Uma delícia!

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC

          Uma dica: caminhe pela Praia Central com os pés na areia até à Barra Norte, atravesse a passarela para chegar à Praia do Canto e se depois bater o cansaço, espere o Bondindinho para voltar ao hotel (R$3,75). Mais uma dica: animais são proibidos na passarela e não adianta ficar com o cachorrinho no colo fazendo cara de pidão que os guardas não deixam passar mesmo!

Praia do Canto - Balneário Camboriú - SC