Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 de maio de 2015

Casapueblo - Punta del Este



              Estive em Punta del Este duas vezes em escalas de navio. Na primeira (em 2010) fizemos um city tour para conhecer um pouco do tão famoso balneário uruguaio, foi um bom passeio, mas voltei frustrada por ter apenas passado pela Casapueblo, sem tempo para entrar e percorrer seus labirintos.


        Em janeiro deste ano não tive dúvidas, pegamos um táxi no porto e fomos direto conhecer a casa-escultura do artista plástico Carlos Páez Villaró, que localiza-se em Punta Ballena, a aproximadamente 15 km do centro de Punta del Este.


           A construção, que foi iniciada em 1958, abrange um museu, uma galeria de arte, um hotel com 72 apartamentos, além de loja e restaurante para acolher os turistas. O que torna essa escultura habitável tão especial é ter sido modelada pelas mãos de seu próprio criador. Não há linhas retas, tudo é muito lindo e extremamente harmônico.


          Não pude presenciar, mas dizem que o pôr-do-sol, visto da Casapueblo é um espetáculo emocionante. Imagino que este seja o motivo da luminosidade no acervo do artista que tem muitas obras inspiradas no astro rei. Villaró faleceu em janeiro de 2014, antes disso, os mais sortudos podiam encontrá-lo pessoalmente no momento mais lindo do dia e até ouvi-lo declamando um de seus poemas. 



         O museu é cheio de surpresas em cada canto, são obras de cerâmica, ferro, madeira, material alternativo, telas, tapeçarias... enfim, Villaró era um artista completo e tinha amigos ilustres que podem ser vistos nas fotos espalhadas pelos ambientes da Casapueblo. Entre eles estão Pablo Picasso e o nosso Vinícius de Moraes.
La Pionera
         Minha filha sentiu falta de fotos da construção da casa, em suas várias etapas. Buscando pela internet, encontrei uma única foto que registra a origem da construção, a partir de uma casa de lata, depois revestida de madeira que era utilizada por Villaró como ateliê. Essa construção inicial é chamada de La Pionera.


          A loja tem muitas peças com reproduções de obras do artista uruguaio, não há lugar mais significativo no Uruguai para escolher sua lembrança de viagem. A forma mais prática de chegar por ali é de táxi ou serviços contratados de Vans. Qualquer que seja sua escolha, combine ida e volta, pois não há táxis vazios passando por ali.


       O ingresso ao museu pode ser pago em dólar ou em pesos uruguaios, que a atendente agradece com ar aliviado, pois geralmente os turistas chegam com notas altas de dólar dificultando o troco. Quem chega pelo Aeropuerto Internacional de Punta del Este, pode fazer o câmbio da moeda local na Global Exchange, a mesma casa de câmbio que temos no Brasil nos aeroportos de Brasília e Natal.
Boa viagem!



Imagens do site oficial

2 comentários:

  1. Silmara, tenho muita vontade de conhecer Casa Pueblo, deve ser linda mesmo. De longe parece uma casinha de açúcar, né? :)

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.