Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

20 de março de 2016

Pequenas Felicidades - Martha Medeiros

      Hoje é oficialmente um dia para ser feliz. Foi instituído pela ONU, desde 2012, que 20 de março é o Dia Internacional da Felicidade. Mas felizes nós queremos ser em todos os dias do ano, não é mesmo? 
        Para a escritora Martha Medeiros a felicidade é um sentimento tão simples que podemos encontrá-lo e deixá-lo ir embora por não percebê-lo em sua simplicidade. Para nos ajudar a ver os momentos felizes, segue a crônica "Pequenas Felicidades".

Pequenas felicidades da vida


Leia recordando os momentos em que essas pequenas felicidades passaram por sua vida.

Pequenas Felicidades


- Cachorro-quente.

- Na esteira de bagagens do aeroporto, sua mala estar entre as primeiras a aparecer.

- Receber notícias de um amigo de que você gosta muito e que andava sumido.

- Ter recebido de presente a série inteira de Mad Men para assistir atirada no sofá.

- Numa loja de CDs usados, por um preço irrisório, encontrar discos de Keith Jarret, Tom Waits, Chet Baker e Miles Davis que você já teve em vinil e estupidamente se desfez.

- Dentro do cinema, não haver ninguém conversando e fazendo barulho com papel de bala e saco de pipoca.

- Livros. Encantar-se por um autor que você não conhecia.

- Revistas TPM, Lola, Bravo, Elle, Vogue, Joyce pascowich – revistas de moda, cultura, entretenimento e decoração são sempre um luxo acessível, uma fantasia necessária.

- Lareira.

- Sair bem na foto.

- Passar um fim de semana fora da cidade.

- Num restaurante com os amigos, a última rodada ser brinde da casa.

- Flores, folhagens, jardins, árvores, montanhas.

- Um bom programa de entrevistas na tevê.

- Rever as obras de um pintor que você gosta muito.

- Taxista que não corre.

- Prazos de validade bem visíveis nos produtos perecíveis.

- Banho quente. Sem pressa pra sair.

- Declaração de amor de filho.

- Declaração de amor do seu amor.

- Alguém encontrou e devolveu a carteira que você havia perdido com todos os documentos dentro.

- Barulho de chuva antes de dormir.

- Dia de sol ao acordar.

- Massagem.

- Acertarem no presente.

- Receber um elogio profissional de alguém que você admira muito.

- Subir na balança e descobrir que emagreceu.

- Check-up que não acusa nenhum distúrbio de saúde.

- Sair do dentista ouvindo a recomendação de voltar só dali a um ano.

- Lembrar detalhes de um sonho bom.

- Praia com mar de cartão-postal.

- Festa boa.

- A luz voltar.

- Biografias bem escritas de personalidades interessantes.

- A vibrante pulsação de um show ao vivo.

- Um dinheiro extra que você não estava esperando.

- Beijo.

- Conversar longamente com sua melhor amiga. Tomando um vinho, melhor ainda.

- Ter concluído satisfatoriamente todas as pendências da semana.

- Seu time fazer o gol decisivo no último minuto do jogo – é preciso sofrer um pouquinho na vida.

- Coca-Cola. Bombom. Pão com manteiga. Queijo.

- Chorar de rir.

- Quitar uma dívida.

- Uma noite bem dormida.

- Uma consulta altamente proveitosa na terapia.

- Seu cachorro de estimação. Seu gato aninhado em seu colo.

- Um corrupto que não conseguiu se safar.

- Vaga para estacionar bem em frente de onde você desejava ir.

- Bicicleta.

- Identificar suas próprias pequenas felicidades e, mesmo nem tudo dando certo, gostar da vida que leva.

Do livro Felicidade Crônica – pp.105-107

setembro/2012


Eu relacionei minhas pequenas felicidades aqui. E você, já pensou nas suas?

logo mala
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.