Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 de março de 2016

Viajando para Orlando - 10 perguntas e respostas

Bandeira americana em Disney Springs
Bandeira americana em Disney Springs
     Depois da segunda viagem a Orlando, já dá pra definir preferências e responder algumas das perguntas que os amigos que estão organizando a primeira visita aos parques da Florida sempre fazem. Viajei em janeiro/2013 e fevereiro/2016 e, embora a magia do lugar seja a mesma, fiz duas viagens completamente diferentes quanto a datas, hospedagem, serviços contratados e roteiro que seguimos. Seguem nossas conclusões:


Entrada dos parques da Universal no final de fevereiro/2016
Entrada dos parques da Universal no final de fevereiro/2016 (baixa temporada)
1- Alta ou baixa temporada?
  Com certeza em baixa temporada, fuja dos meses de janeiro e julho e também da segunda quinzena de dezembro a primeira de fevereiro, as épocas mais agitadas de Orlando. Nos períodos de parques cheios as filas podem passar facilmente de 60 minutos de espera, pegar filas de 5 a 15 minutos nas mesmas atrações não tem preço. Além disso, em baixa temporada os valores de passagens aéreas e estadia são menores e podem surgir boas promoções, como refeições grátis.


Inverno ameno em Orlando-Fl
Inverno ameno em Orlando-Fl
2- No inverno ou no verão?
    Pode ser uma preferência individual, mas o inverno para mim é bem mais atrativo, pois, estamos falando da Florida, onde em julho o clima ferve literalmente tanto quanto no verão brasileiro. Junte-se à lotação dos parques o calor escaldante e o sonho pode parecer um pesadelo. Já no inverno - dezembro, janeiro e fevereiro - a temperatura é bem agradável, com raros dias de frio mais intenso. Fuja de junho, julho e agosto, que são os meses de verão e de calor mais acentuado.
      No inverno, os parques aquáticos estão fechados, mas para mim eles não são imprescindíveis, principalmente porque temos vários no Brasil.
Novo terminal do aeroporto de Viracopos, em Campinas.
No aeroporto paciência e bom humor: a espera vai valer a pena.
3- Quantos dias?
    No mínimo 10 dias, por diversos motivos:
- Você ficará pelo menos 24 horas em trânsito (12 para ir e 12 para voltar) entre voo (+ 8 horas), espera no aeroporto (3 horas de antecedência), imigração (nos EUA), receita federal (no Brasil) e transfers;
- A parte mais cara da viagem são as passagens aéreas, então pagar por 5 diárias de hotel ou por 10 não duplicará o valor da viagem. Faça as quase nove horas de voo valerem a pena;
- São 8 os principais parques de Orlando e arredores (Tampa e Kissimmee), conhecer um por dia é uma verdadeira maratona que faz você precisar de férias das férias quando voltar ao Brasil;
- Orlando tem muito mais além dos parques, principalmente as compras.


Trolley na International Drive - Orlando - FL
Andamos muito de trolley: sem guia, mas com liberdade de sobra
4- Por pacote ou por conta própria?
    Aqui não tenho a menor dúvida, posso responder com absoluta certeza: sem pacote é muito melhor. Nada como fazer seu próprio roteiro e seus próprios horários. Não estou falando da ajuda dos agentes de viagem, eu fechei pela Azul Viagens um pacote básico com aéreo, hotel com café da manhã, transfer aeroporto/hotel/aeroporto e ingressos para quatro dias de parque, achei o custo/benefício excelente; o que me incomoda são os guias determinando onde e quando devo ir e vir. 
     Em minha primeira viagem a Orlando, fechei o pacote completo com um grupo porque estava sem o mínimo tempo para fazer pesquisas e organizar roteiros, por conta de uma pós-graduação. O resultado foi um pouco frustrante, além de bem caro, por isso, dessa vez decidi fazer tudo diferente e deu muito certo.
      Se a falta de tempo e/ou disposição para organizar o roteiro for o seu caso, e a opção for por grupos de viagem, informe-se antes de fechar o pacote e evite aqueles em que, necessariamente, todos tenham que ficar juntos o tempo todo. Eu tentei mudar essa amarração durante minha viagem em 2013 e ouvi do guia a pergunta irritada: "Você não sabe como funciona uma viagem em grupo?". Não, eu não sabia, agora que sei não quero saber disso nunca mais. Vai por mim!
Orlando Eye - vista aérea
Vista aérea da região da International Drive: Orlando Eye
5- Hotéis dos complexos ou da International Drive?
  Os hotéis e resorts temáticos da Disney e da Universal são encantadores, ficamos no All Star Movie em 2013. Em 2016, quisemos experimentar o burburinho constante da International Drive e é por ali que quero estar na próxima vez. Apesar das 24 horas de magia de quem se hospeda nos complexos, e dessas opções de hospedagem estarem próximas aos parques, estão distantes de tudo o mais: compras, atrações, ônibus, opções de alimentação.
    Dependendo da categoria do hotel, a diferença de preço entre um hotel da Disney ou da Universal e um na I-Drive pode ser mínima, o que nem justifica a escolha pela economia, no entanto, a oferta de serviços na International Drive é imensamente maior, o que dá aos hóspedes mais liberdade e opções. Eu gostei bem mais de ficar na International Drive.
   Qualquer hotel entre os números 5000 e 9000 está bem localizado.
Veículo da 1001 Transportation
Veículo da 1001 Transportation

6- Alugar carro ou não?
    Não aluguei, e nem senti falta de, em nenhuma das duas viagens. Sinceramente não sei de onde surgiu, nem como se espalhou a ideia de que não dá para aproveitar Orlando sem carro. Os hotéis oferecem transfer para os parques, em todos os pontos da I-Drive chega-se com o Trolley - um serviço público que funciona -, além de inúmeras opções de serviços particulares, táxi, uber, vans... Já visitei várias cidades brasileiras bem mais limitadas no que se refere ao transporte de turistas em que não se defende que o aluguel de carro seja imprescindível.
  Nós experimentamos e aprovamos os serviços da 1001 Transportation, uma empresa de brasileiros competentes e super atenciosos. Para quem se hospeda na I-Drive, uma excelente opção é utilizar o Trolley, para se deslocar aos pontos desta via, e os transfers da 1001 Transportation para trechos mais distantes: parques, Walmart, Florida Mall, Disney Springs, Kissimmee, etc
      Para quem não abre mão de alugar um carro porque dirigir faz parte da diversão das férias, considere a opção de contratar o tranfer ao menos para sair do aeroporto e chegar à locadora de veículos contando com a ajuda em português para fechar o aluguel do carro e não ter surpresas na hora de devolvê-lo. (Leia mais: Em Orlando, sem carro alugado)
Entrada da Universal Studios
Entrada da Universal Studios
7- Quais parques visitar?
    A ideia inicial é sempre conhecer todos e todos valem a visita, mas essa é a parte mais cara da viagem, o custo dos ingressos chega a ser maior que o valor das passagens aéreas, então é bom analisar. São 8 os principais parques temáticos de Orlando e região: 4 da Disney - Magic Kingdom, Animal Kingdom, Epcot e Hollywood Studios; 2 da Universal - Universal Studios e Islands of Adventure; e mais o Sea World e o Busch Gardens (Tampa).
     Porém, para uma segunda visita as preferências falarão mais alto e aqueles que agradaram menos podem ser substituídos por um dia a mais no parque preferido ou por conhecer um outro mais distante. A preferência é bem pessoal, o Sea World e o Busch Gardens, por exemplo, são do tipo ame ou odeie: há quem não deixe de visitá-los nem depois de 10 vezes em Orlando e quem se contentou com uma única vez. 
  Embora não sejam regras, as escolhas seguem algumas tendências: um parque que agrada muito aos menores é o Legoland, que fica em Winter Haven as meninas gostam do Magic Kingdom por causa das princesas da Disney, os meninos do Islands of Adventure pelos heróis da Marvel, os aficionados por Harry Potter concentram-se nos dois parques da Universal, para quem gosta de animais o Animal Kingdom, o Bucsh Gardens e o Sea World são ótimas opções. Os amantes da boa gastronomia mundial se deliciam no Epcot e o Hollywood Studios (meu preferido) tem a atração com a maior fila dos parques da Disney: Toy Story Mania. 
Poltronas de massagem no aeroporto de Viracopos
Relaxando no aeroporto ao voltar para casa.
8- Um parque por dia ou um intervalo pra descansar?
   Conhecer um parque por dia é uma verdadeira maratona, haja fôlego e disposição! Os joelhos doem, mesmo os calçados mais confortáveis machucam, o corpo pede descanso... mas é uma delícia e todos que estão ali querem aproveitar ao máximo!
      Mais uma vez é importante organizar o roteiro intercalando dias de parque com dias de compras e/ou parques maiores com outros menores. Por exemplo, se ficou no Magic Kingdom até terminar o show Wishes, uma boa opção é no dia seguinte visitar o Sea World, que é menor e fecha mais cedo. Depois da primeira viagem, com a maratona de 8 parques em 10 dias, na segunda selecionei os parques preferidos e em 10 dias fomos 5 dias aos parques, bem mais tranquilo, com várias visitas aos shoppings e conhecendo também várias outras atrações de Orlando além dos parques.

O museu interativo Wonder Works, na International Drive
O museu interativo Wonder Works, na International Drive
9- O que fazer além dos parques?

    Muita coisa!!! Orlando tem muito mais que os parques a oferecer. Os visitantes geralmente se dividem entre parques e compras em Orlando, mas também há museus, voos de helicóptero, passeios de balão, jantares temáticos, roda gigante, aquário, esportes, shows, etc, etc, etc... O que já visitamos:

Loja da Victoria's Secrets no International Premium Outlets
Loja da Victoria's Secrets no International Premium Outlets
10- As compras ainda valem a pena com o dólar em alta?

      Sim, valem, embora seja necessário ser um pouco mais seletivo e procurar mais atentamente. Comprar um tênis da Converse, por exemplo, custa mais caro que no Brasil, mas os cremes da Victoria's Secrets (5 por 25 dólares) continuam imbatíveis, assim como os moletons da GAP (USD16), os cremes da Aussie (USD5), cosméticos, maquiagens e aqueles produtos específicos que só se encontra por lá.

  A nova febre entre adolescentes, geeks ou não, são os bonequinhos de vinil Funko Pop, que no Brasil custam em torno de R$100 e nos EUA são encontrados a partir de USD10. As malas de minhas filhas vieram com vários!

Funko Pop em loja do Florida Mall: compre 2 e ganhe 1.
Funko Pop em loja do Florida Mall: compre 2 e ganhe 1.
      E então, prontos para a viagem? Deixe sua dúvida nos comentários, será um prazer respondê-la.    




Leia também:
Como tirar o passaporte
Como tirar o visto americano

2 comentários:

  1. Otimas dicas ...to louca pra conhecer Orlando ...talvez seja nossa proxima viagem !!! Bjook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom, Bianca, não tem como não gostar.

      Excluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.