Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

17 de março de 2016

WonderWorks

Wonder Works - Orlando
Wonder Works - Orlando

      Depois de uma primeira vez em Orlando, em que provavelmente o turista passou por uma maratona bem-vinda de parques, quem visita a cidade novamente começa a prestar mais atenção no que antes foi ignorado. Um desses 'detalhes' é a casa de ponta cabeça da International Drive: o museu interativo WonderWorks. Nós ficamos hospedados bem em frente, no Rosen Inn at Pointe e não havia como ignorar a presença imponente, fomos conhecê-la.


Wonder Works  Orlando
Sente-se e prepare-se para o terremoto

       Por que uma casa de ponta cabeça? O contexto da atração é que esse era um laboratório no Triângulo das Bermudas, liderado pelo Prof. Wonder que, em uma experiência desastrada de recriar um tornado, transformou-se em vítima de sua própria criação e a casa foi parar de ponta cabeça em Orlando. Para entrar no clima da história, os visitantes passam pelo "túnel da inversão" para ficarem na mesma posição da casa e poderem aproveitar as atrações. Esse túnel é a porta de entrada das atrações e trata-se de uma passarela fixa dentro de um tubo que circula cheio de luzes dando a sensação de que se está girando junto. É um teste para sua labirintite, se a 'passagem para o mundo invertido' parece lhe causar mal-estar, dê a mão para outra pessoa e feche os olhos, são apenas 3 ou 4 passos.

Bubble Lab
Faça bolhas gigantes no Bubble Lab

Wonder Works - Orlando
Do lado oposto as marcas são perfeitas, até sorrisos e expressões faciais.
         As atrações do WonderWorks são divididas em seis áreas temáticas, a primeira delas é a Natural Disasters onde se entra mais um pouquinho na história criada sobre o tornado e experimenta-se dois simuladores: um terremoto de 5.3 na escala Richter e um furacão com ventos de 115km/h . A partir daí os ambientes são bem mais livres para cada visitante experimentar e repetir o que quiser: deitar em uma cama de pregos, testar a temperatura da água onde o Titanic afundou, fazer bolhas gigantes, deixar as marcas de seu corpo em painéis como esse aí em cima, tocar um piano gigante com os pés, entre várias outras atividades interativas... são mais de 100, de acordo com o site. Sinceramente, eu não contei, pois minha atenção estava em aproveitar as curiosidades espalhadas por ali.


Wonder Coaster
Cabine da Wonder Coaster
        Como são muitas atividades na maioria delas não se formam filas, a não ser na Wonder Coaster que tem os conhecidos corredores de filas tão habituais nos parques. Trata-se de um simulador de montanha russa em que os corajosos elaboram a trajetória virtualmente, em um computador, e depois experimentam os movimentos na cabine fechada para duas pessoas que começa a se mover: sobe, desce, gira, tomba para o lado, gira, vira de ponta cabeça, gira, gira, gira... mesmo quem não encara a aventura (como eu!) fica por ali esperando para ver em que condições os tripulantes sairão lá de dentro.

Cabine aberta da Wonder Works
Cabine aberta da Wonder Works
        O simulador Wonder Coaster fica na área nomeada como Space Discovery onde também há um simulador (giroscópio) igual aos de treinamento de astronautas, uma réplica de cápsula espacial, um traje espacial, entre outros objetos e atividades para os fãs das jornadas espaciais da Nasa.
           Para os fãs de esportes e atividades físicas há simuladores de partidas de basquete, tênis, futebol e até um sistema de alavancas para erguer seu próprio peso. As paredes são todas decoradas com quadros com desafios, curiosidades e ilusões de ótica, ou seja, para onde olhar o visitante é desafiado e convidado a interagir.


          Algumas atrações são pagas além do ingresso: 
- o Indoor Ropes Course são trilhas suspensas no teto (tipo arvorismo) em que se atravessa usando equipamentos de segurança;
- o Lazer Works é como um paint ball que ao invés de tinta usa "armas" a lazer para acertar os concorrentes. Todos vestem coletes especiais para serem localizados no escuro.
- o 4D Simulador Ride nós experimentamos e é muito bom, bem parecido com os dos parques e um pouco mais extenso na aventura.


        Reserve no mínimo 2 horas para aproveitar tudo que há no WonderWorks. Pode ser aquele dia depois de um parque que fecha mais cedo, o dia das compras no Pointe Orlando (fica bem ao lado) ou um dia de chuva, pois lá dentro há muita diversão sem se molhar. Fique de olho nos cupons de desconto, sempre há algum do WonderWorks. Para não desistir da capital mundial da diversão, mesmo com o dólar em alta, dê uma olhada também nos voos econômicos da Rumbo para Orlando

Wonder Works pelo mundo
Imagens do site oficial 
       No total são cinco Wonder Works nos Estados Unidos, que apresentam propostas bem parecidas de atrações. A casa de Orlando foi a primeira a ser construída (ou a voar pelos ares e parar ali), em 1998. Visite o site e conheça as outras casas que foram vítimas de furacão e viraram atração.

logo mala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.