Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 de julho de 2016

Theatro Pedro II - Ribeirão Preto

     O Theatro Pedro II é um dos três prédios que compõem o conjunto arquitetônico nomeado como Quarteirão Paulista, no centro de Ribeirão Preto.

Theatro Pedro II - Ribeirão Preto
Fachada do Theatro Pedro II e parte do Palace Hotel (à direita)
que também compõe o Quarteirão Paulista


          A ideia de construir na cidade um grande teatro de ópera foi do advogado e presidente da fábrica de bebidas Companhia Cervejaria Paulista, João Meira Júnior. Com inspiração na composição arquitetônica do L´Opera de Paris, foi inaugurado em 1930 como o segundo maior teatro de ópera do país. O primeiro era o teatro de Manaus, símbolo da riqueza da elite da borracha daquela região do país. 

Praça XV de Novembro
Vista da praça desde os balcões do Theatro Pedro II

       Entre as décadas de 1950 e 70, o subsolo do teatro foi transformado em salão de bailes de carnaval. Fora do período carnavalesco, era utilizado como sala de jogos. O local ficou conhecido como “Caverna do Diabo” e hoje abriga o Auditório Meira Junior, um teatro de câmara com capacidade para 200 pessoas. Na década de 1960, o prédio passou por reforma que o descaracterizou. Vários elementos decorativos foram destruídos, a plateia foi reduzida e placas de madeira encobriram camarotes, frisas e galerias laterais para transformá-lo em cinema. O período de decadência culminou com um curto-circuito que causou o incêndio responsável por destruir partes da estrutura do prédio e encerrar as suas atividades, em 1980.

Auditório Meira Júnior
Auditório Meira Júnior
         Após mais de uma década fechado, a restauração do Theatro Pedro II, foi iniciada em 1991 e concluída em 1996. O investimento, que totalizou US$ 4 milhões, devolveu à cidade de Ribeirão Preto seu principal cartão postal. 

Placa de reinauguração do Theatro Pedro II

           Entre os espaços recuperados está o foyer conhecido como Sala dos Espelhos por conta das seis fiadas de espelhos que recobrem as paredes. Três dessas fiadas são de cristal bisotê italiano e as demais de vidro nacional, permaneceram preservadas como no projeto original. Há também nessa sala três lustres de cristal em estilo art decó e na pintura decorativa que emoldura o espaço foi utilizada a técnica do spolvero, considerada uma raridade arquitetônica.

Sala dos Espelhos
Sala dos espelhos
        As visitas guiadas ao teatro acontecem de segunda a sexta-feira, nos horários 9h30, 10h30, 11h, 14h30, 15h30 e 16h30. Ou deveriam acontecer, pois nada ali é muito regular. Durante a Feira do Livro, por exemplo, em que a praça de fronte está cheia de visitantes, não há visitas no teatro. Se for dia de espetáculo e houver ensaios, não há visitas no teatro. As orientações são para agendar visitas em grupo, fui sozinha e me perguntaram por que não agendei antes. Ligue antes e confirme horários: (16) 3977-9000.

Auditório do Theatro Pedro II
Foto do site oficial do teatro
      Confesso que a visita foi um tanto decepcionante. A guia parecia irritada por eu estar ali no último horário de visitação (16:30h) e me mostrou o teatro em menos de 10 minutos apenas informando: aqui é o auditório Meira Júnior que antigamente era chamado de Caverna do Diabo e tem uma passagem secreta; aqui é a sala principal, observe os detalhes do teto; aqui é a sala mais linda do teatro – a Sala dos Espelhos. E só!

Balcões e teto
Foto do site oficial do teatro
       De qualquer forma, é uma obra prima da arquitetura totalmente restaurada para resgatar seu projeto original e vale a pena ser conhecida. Se for durante uma apresentação, melhor ainda. Acompanhe a programação e bom espetáculo.

Theatro Pedro II
Entrada do Theatro Pedro II
Detalhes:
Idealizador - João Meira Júnior.
Data da inauguração - 08/10/1930.
Estilo - Eclético
Tombado - 1982 Condephaat
Capacidade - 1588 expectadores.
logo mala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.