Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 de outubro de 2016

Roteiro Turístico - Moacyr Scliar

     Muito antes do rolezinho virar assunto na mídia, Moacyr Scliar já observava a peculiaridade da visita dos menos abastados aos shoppings centers. Em várias de suas crônicas, o autor parte de uma manchete de jornal para a produção do texto que, mesmo fundamentado no humor, sempre traz assuntos sérios para a reflexão.

Charge sobre os rolezinhos
Charge do site http://www.humorpolitico.com.br/ 

Duas mulheres e três crianças, que moram debaixo de um viaduto na zona sudoeste de SP, vão conhecer o Iguatemi.
Cotidiano, 25.dez.98

         "Apresentamos a seguir o roteiro de nossa excursão 'Viagem a um mundo encantado', um excitante mergulho no maravilhoso universo do consumo.

9h - Início da excursão. Saída dos participantes do viaduto em que residem. O embarque será feito em ônibus comum, de linha. Não usaremos helicóptero e nem mesmo ônibus especial. Não se trata de economia; queremos evidenciar o contraste entre um velho e barulhento veículo e a moderna e elegante construção que é o objeto de nossa visita.

10h - Chegada ao shopping. Depois do deslumbramento inicial, o grupo adentrará o recinto, o que deverá ser feito de forma organizada, sem tumulto, de maneira a não chamar a atenção. Isto poderia resultar em incidentes desagradáveis.

10-12h - Visita às lojas. Este é o ponto alto de nossa tour, e para ele chamamos a atenção de todos os participantes. Poderão observar os últimos lançamentos da moda primavera-verão, os computadores mais avançados, os eletrodomésticos mais modernos. Numa das vitrines será visualizado um relógio de pulso Bulgari custando aproximadamente US$ 10 mil. Os nossos guias, sempre bem informados, farão uma análise desta quantia. Mostrarão que ela equivale a cem salários mínimos e que portanto seriam necessários quase dez anos para adquirir tal relógio. Tais condições oportunizarão uma reflexão sobre a dimensão filosófica do tempo, muito necessária, a nosso ver -já que é objetivo da agência não apenas o turismo banal, mas sim um alargamento do horizonte cultural de nossos clientes.

12-14h - Normalmente, este horário será reservado ao almoço. Considerando, contudo, que o tempo é breve e custa caro (ver acima) propomos aos participantes um passeio pela área de alimentação, onde teremos uma visão abrangente do mundo do fast food. Lembramos que é proibido consumir os restos porventura deixados sobre a mesa ou mesmo caídos no chão.

14-16h - Continuação de nossa visita. Serão mostrados agora os locais de diversão. Os participantes poderão ver todos -repetimos, todos- os cartazes dos filmes em exibição.

16h - Embarque em ônibus de linha com destino ao ponto de partida, isto é, o viaduto.

17h - Nenhum acidente acontecendo, chegada ao viaduto e fim de nossos serviços."

Crônica publicada originalmente em 
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff28129807.htm 

logo mala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.