Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 de dezembro de 2016

R de Roteiro Turístico - Moacyr Scliar

(...) Se Moisés fosse agente de viagem, o Êxodo seria anunciado assim:

Charge - Moisés atravessando o mar
      "Senhoras e senhores, bem vindos ao mais sensacional passeio turístico dos tempos bíblicos. Partiremos, como todos sabem, das belas terras do Egito. Todos devem se apresentar na hora marcada. A partida talvez demore um pouco, porque as autoridades alfandegarias e o próprio Faraó não têm muita vontade de deixar o povo sair, mas várias pragas já foram providenciadas, de modo que a saída do país está assegurada. Sendo esta uma excursão de tarifas econômicas, viajaremos a pé, mas desfrutando a cada momento a deslumbrante paisagem do deserto. O detalhe mais sensacional é que seremos guiados por uma nuvem, de dia, e uma coluna de fogo, à noite: espetáculo fantástico. Não diremos o nome do patrocinador, mas podemos assegurar que é muito poderoso.
     Nosso trajeto nos levará às praias do Mar Vermelho. Não há hotéis ali, mas isso não tem importância, porque não nos deteremos: atravessaremos o mar. Não se trata de um cruzeiro marítimo convencional: as águas se abrirão a nossa passagem! Atração única desta viagem! De novo: não podemos dizer o nome do responsável, mas, creiam, não se trata de um mágico qualquer.
       Após a travessia, será servida uma refeição. Trata-se de maná, um prato especialmente preparado para os nossos viajantes. O nome do cozinheiro terá de ser mantido em segredo, mas podem os nossos caros excursionistas acreditar tratar-se de um manjar verdadeiramente divino.
       Ao cabo de algum tempo – a viagem, como sabem, é longa – chegaremos ao monte Sinai, onde serão mostradas as Tábuas da Lei. Para aqueles que quiserem ler as inscrições, recomenda-se que tomem lugar o mais próximo possível do sopé, de vez que as letras não são facilmente legíveis. Mesmo os que ficarem mais longe não deixarão, contudo, de se comover com esta bela demonstração de confiança na ética.
   A esta altura é possível que muitos participantes sejam convidados para a festa do Bezerro de Ouro. Os que a ela comparecerem, farão por sua conta e risco, já que os organizadores desaprovam fortemente esta atividade pagã, que ademais deve ser paga em metal precioso.
    Finalmente, e quando alguns dos senhores talvez já estejam pensando em desistir, chegaremos à Terra Prometida, onde não faltará leite nem mel. O dia será livre para passeios. Recomendamos cuidado com os terroristas. Ocupem suas tendas – e divirtam-se. Fim de nossos serviços.”
Crônica do livro 
Dicionário do Viajante Insólito
logo mala

Um comentário:

  1. Adorei! Especialmente a recomendação "por conta e risco" a propósito da Festa do Bezerro de Ouro já que os "organizadores desaprovam fortemente esta atividade pagã"... Muito boa!
    Abraço!

    ResponderExcluir

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.