Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

30 de setembro de 2017

Ritmos do Norte:carimbó e quadrilha


AbavExpo/2017
          Escola de Samba? Não, Festival de Parintins! Os ritmos e danças da região Norte marcaram forte presença na 45ª AbavExpo, que aconteceu de 27 a 29 de setembro de 2017 e encantaram os profissionais do turismo.


         A quadrilha ficou por conta do grupo folclórico Eita Junino, de Boa Vista - RR que fez apresentações diárias com um show diferente a cada dia. O tema da última apresentação foi 'Eita Junino na Jovem Guarda' (com a qual você pode se deliciar um pouquinho no vídeo). O Eita Junino é um dos grupos mais tradicionais de quadrilha de Roraima e já venceu duas vezes o concurso nacional de melhor quadrilha do Brasil (2009 e 2015). Depois de assistir ao vídeo, vai ficar um gostinho de quero mais... Como resolver? Considere visitar Boa Vista durante o Festival do Anauá (junho) e conhecer esse e outros grupos que enchem a festa de ritmo e beleza. O festival reúne quadrilhas do Grupo Especial e do Grupo de Acesso e em 2018 terá sua 27ª edição.


          Carimbó de verdade: sem Ritinha e sem 'curió do bico doce'. Vou considerar que a intenção de Glória Peres em divulgar a cultura paraense na novela 'A força do Querer' tenha sido boa, mas não passou muito disso (intenção). Na AbavExpo, o stand do Estado do Pará deu uma mostra de que carimbó é bem mais que rodar a saia e empolgou até quem não tinha a saia rodada ali no momento. Vontade de conhecer o  'Ver o Peso', as belezas e delícias de Belém do Pará!!
           A trilha sonora é de Dona Onete, que canta para os botos desde criança, mas gravou seu primeiro disco apenas aos 72 anos de idade e tem inclusive música na própria novela de Glória Peres (Boto Namorador, tema de Edinalva). Para cantar um pouquinho com Dona Onete segue a letra de "No meio do Pitiú".

No Meio do Pitiú

Dona Onete

A garça namoradeira
Namora o malandro urubu
Eles passam a tarde inteira
Causando o maior rebu

Na doca do Ver-o-Peso
No meio do Pitiú
No meio do Pitiú, no meio do Pitiú

Eu fui cantar carimbó
Lá no Ver-o-Peso
Urubu sobrevoando
Eu logo pude prever
Parece que vai chover
Parece que vai chover
Depois que a chuva passar
Vou cantar carimbó pra você

No meio do Pitiú, no meio do Pitiú

Urubu malandro
Foi passear lá no Marajó
Comeu de tudo
Mas vivia numa tristeza só
Urubu lhe perguntou
O que se passa, compadre?
Tô com saudade da minha branca
Do Ver-o-Peso, da sacanagem
Lá eu sou pop star
No meio da malandragem
Fico bem na foto
Na entrevista e na reportagem
                                                      No meio do Pitiú, no meio do Pitiú
logo mala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.