Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

17 de outubro de 2017

Aquário de São Paulo

Peixes do Aquário de São Paulo
  O Aquário de São Paulo é daqueles passeios que unem diversão e conhecimento, agradando um público de 8 a 80 anos. 
     Inaugurado em 2006, passou por três reformas (2008, 2009, 2015) ampliando cada vez mais seu espaço de visitação, que hoje conta com 15 mil m2 de ambientes que primam pela limpeza e conservação, onde os visitantes encontram animais que aparentam estar muito bem cuidados. As fotos dessa postagem foram todas tiradas sem flash, como é autorizado no aquário.        

Repteis do Aquário de São Paulo
Jacaré albino e dragão-barbudo: já viu em outro lugar?
    
       A visita começa pelos tradicionais peixinhos coloridos, divididos em tanques de água doce ou água salgada, um dos primeiros tanques, por exemplo, reproduz o ecossistema do Rio Tietê em sua nascente (Salesópolis - SP). Depois os animais aquáticos vão aumentando de tamanho até chegarem aos pirarucus, peixe-bois, raias e tubarões, entre outros animais como pinguins, focas, ursos polares, lobos e leões marinhos (há placas com dicas para diferenciar os dois), coalas, bichos-preguiças, tamanduás, macacos e muito mais. 
       Os ecossistemas são exibidos em cenários primorosos que, além de ambientes naturais, reproduzem navios encalhados e submersos, submarinos e até uma homenagem a Chico Mendes com a reprodução da casa típica de um morador da Amazônia. Também há uma passadinha pelo 'aeroporto' antes de visitar os animais que não existem no Brasil em ambiente natural. O ASP (Aquário de São Paulo) é o único aquário totalmente tematizado da América Latina.
        Após a passagem pelo aeroporto, chega-se aos ambientes típicos da África, Indonésia, Austrália. Polo Norte e Polo Sul.
África, no Aquário de São Paulo
   
   Na África, os visitantes encontrarão os lêmures, suricatos e colobus (primatas), cada grupo de animais em ambientes próprios que reproduzem seu habitat natural. Tudo muito organizado e incentivando a curiosidade das crianças. Vi uma perguntando ao pai se aqueles eram os lêmures - eram os suricatos - e o pai mostrou os lêmures ao filho explicando que são aqueles que cantam "Eu me remexo muito..." no filme Madagascar. Achei o máximo, eu não encontraria explicação melhor.
A foto maior é do Google imagens
A foto maior foi retirada do site Diário de Biologia.
  Em poucos passos vamos da África para a Indonésia ver as cobras pyton e as raposas voadoras.
     Decididamente não é um ambiente de animais fofinhos, mas muito interessantes. As raposas-voadoras, por exemplo, são morcegos enormes, os maiores do planeta, que chegam a quase 2m de uma ponta à outra de suas asas abertas e pesam em torno de 1,5 kg. Como são animais de hábitos noturnos, no aquário podemos vê-los enrolados e pendurados esperando a noite chegar para se alimentarem de frutas. São animais ameaçados de extinção, principalmente por não serem muito queridos pelos agricultores das regiões em que vivem. Haja fruta para alimentar um morcegão desse tamanho!
Austrália no Aquário de São Paulo

   E assim segue a viagem pela fauna mundial com os cangurus, wombats e equidnas da Austrália; os ursos polares (Aurora e Peregrino) do Polo Norte e os lobos e leões- marinhos do Polo Sul. 
  Para preparar as crianças para tanta informação, o site oficial é recheado de curiosidades e fotos, inclusive com materiais para download com livros em PDF separados por setores do aquário que incluem testes e passatempos. 
      Atravessar o mundo (do Brasil à Austrália) leva tempo, para ver tudo com calma programe-se para passar no mínimo duas horas no aquário. 
    O passeio que começa com os peixinhos, termina com as sereias (veja o vídeo abaixo) no tanque que fica dentro da última lojinha de lembranças. São quatro lojas ao longo do passeio, por isso, atenção: não é porque chegou à uma das lojinhas que o passeio acabou. Se não estiver acompanhando nenhum guia, peça informações aos auxiliares espalhados pelos ambientes para seguir uma ordem linear no passeio e não perder nada. Pelo caminho também há quiosques com água (R$6), picolés e outras guloseimas. Se quiser almoçar por ali, o restaurante self-service, que fica no 2º piso e abre aos sábados, domingos e feriados, está aprovadíssimo! Tem massas, grelhados, saladas e bebida (suco ou refrigerante) inclusos no valor e a comida é caprichada e muito saborosa. E não, não tem apenas peixe nas opções de proteínas.
         O valor da entrada é de R$50 para crianças de 3 a 12 anos e R$85 para adultos com descontos para a melhor idade (R$42), professores (R$42) e às segundas-feiras para todos (R$50). Há algumas atrações pagas além do ingresso: Aquário abaixo de zero, Cine 7D e Jurassic Aquarium, todas com ingressos de R$15. Veja mais informações sobre valores e horários aqui e não deixe de apreciar a sereia no vídeo.



logo mala

Leia também 
Outros aquários que visitamos:
- Aquário de Santos
- Sea World (Orlando - Fl)
- Sea Life (Orlando - Fl)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.