Busch Gardens

ESCRITO POR: quarta-feira, julho 25, 2018

Flamingos do Busch Gardens


        Apesar de ter a maior concentração de montanhas russas em um único parque da Florida, o Busch Gardens não é apenas o ‘parque das montanhas russas', é também o parque da natureza, dos animais, dos shows (para quem não gosta nem de adrenalina e nem de animais, mas quer conhecer o parque) e de muita diversão. Enfim, assim como o Animal Kingdom, pode ser definido tanto como um parque temático com animais quanto como um zoológicos com brinquedos radicais, depende da preferência do visitante.
Montanhas-russas do Busch Gardens
      Desde a mais 'suave' como a Cheetah Hunt à mais intensa, a Sheikra (ou seria a Montu? Ou a Kumba? As preferências se dividem.),  são aproximadamente uma dezena de atrações radicais, todas com muita adrenalina e muitas filas. Além das montanhas-russas, você também pode despencar de mais de 90 metros de altura na torre Falcon's Fury ou se balançar em um barco pirata até ficar de ponta-cabeça no Phoenix. E as crianças? Sim, há atrações mais suaves na Vila Sésamo, assim como shows e encontro com personagens. Algumas das atrações kid friendly são um tanto... molhadas.
     Esteja pronto para sair encharcado das atrações Stanley Falls Flume e Congo River Rapids, por isso, se não pretende passar o dia com roupas e calçados molhados, previna-se com uma troca de roupa extra na mochila, principalmente para as crianças. Porém, se o dia for daqueles muito quentes, todo refresco será bem vindo e a roupa vai secar rapidinho. No Congo River Rapids (fotos acima), além do rio turbulento, os visitantes ficam em uma plataforma mais alta esperando os botes passarem para atirar com canhões de água nos desavisados ou até nos avisados que não têm como se livrar dos jato d'água. Os 'tiros' de água são comprados por centavos de dólar nos totens que ficam por ali. Assim como nos demais parques da Florida, sempre haverá alguma atração em manutenção justamente pelo cuidado dispensado à segurança dos visitantes, por isso, pode ser que 'aquela atração' que você queria tanto conhecer não esteja disponível. Essa informação fica disponível no site.
Animais do Busch Gardens
        A interação com animais é outro ponto forte do Busch Gardens, são mais de 300 espécies desde as mais fofinhas e cativantes como os pássaros, cangurus e girafas, que podem ser alimentados e acariciados , até aquelas que despertam curiosidade, mas são bem asquerosas como as serpentes e os sapos (argh!). Para ver alguns desses animais bem de perto, e até alimentar as girafas, faça o Serengeti Safari (USD29), um passeio em um veículo adaptado que passeia pela área de 65 acres onde os animais ficam soltos. O passeio dura em torno de 30 minutos e é acompanhado por um guia que vai passando informações e contando curiosidades sobre os animais do parque.
Safari no Busch Gardens

         Para quem não faz questão de chegar tão próximo dos animais, há um trem que faz o mesmo roteiro, de uma distância um pouco maior, de onde também se pode ver todos os animais. É o Serengeti Express, que já está incluso no valor do ingresso, onde podem ser vistos grandes rebanhos de animais africanos, incluindo girafas, zebras, antílopes, avestruzes, entre outros. Os trilhos circundam todo o parque e há 3 estações de embarque (Congo, Nairobi e Stanyville). É uma boa opção para descansar após depois o almoço, sem perder tempo. A volta completa, até chegar à estação onde você embarcou dura em torno de 1h, mas você pode desembarcar onde quiser, aliás, é uma boa ideia para aliviar as caminhadas, pois o parque é bem grande. Outra opção para encurtar distâncias é utilizar o SkiRide, o teleférico com vista panorâmica que atravessa o parque da área do Egito ao Congo.
Animais do Busch Gardens
     Em qualquer parque temático ter um mapa em mãos é importante para conciliar horários e conhecer um pouco de tudo. No caso do Busch Gardens, o mapa é imprescindível! Se você quer experimentar as montanhas-russas (pelo menos a Cheetah Hunt), interagir com animais (ou ao menos vê-los de perto) e ainda assistir a algum(ns) show(s), mantenha o mapa em mãos e programe-se em seu roteiro para não ficar rodando aleatoriamente, passando pelos mesmos lugares e deixando de visitar outros bem interessantes. O parque não tem uma disposição muito linear em suas áreas, por isso, conheça todas as atrações de um área antes de seguir para a outra, pois apenas circundar o parque não é garantia de ver tudo. Se quiser começar pelas montanhas-russas, comece sua rota pela direita (desde a entrada do parque); se estiver com crianças, comece pela esquerda e logo estará na área infantil.
Busch Gardens em 2013 e em 2018.
         Os shows, ahh os shows! Assista a pelo menos um deles. São quatro espetáculos diferentes apresentados em vários horários. O 'Let's Play Together' é um show para as crianças com os personagens da Vila Sésamo. 'Opening Night Critters' tem animais adestrados que encantam adultos e crianças. O 'Push Play' tem cantores e dançarinos e acontece no Dragon Fire Grill e conciliando seu almoço com o show você não perde um único minuto de atrações no parque; o sistema é fast food com opções de lanches e saladas e refrigerante com refil. Agora se os shows não fazem parte de suas preferências ou você decidir por assistir a apenas um deles, que seja o 'Turn it up', um show de dança e performances em patins sobre gelo que é a cereja do bolo da visita ao parque. Imperdível!
Transporte gratuito para o Busch Gardens
     O Busch Gardens fica em Tampa, a aproximadamente 1h de Orlando e tem transporte gratuito (ehhh). A reserva é feita online e há seis pontos diferentes para o embarque e desembarque. Ao indicar seu hotel, o site vai sugerir o ponto mais próximo. O ponto mais próximo de nosso hotel (Clarion Inn Lake Buena Vista) era o supermercado Publix e há uma placa indicando o local onde aguardar a chegada do ônibus, que é muito confortável e pontual tanto para ir como para voltar. Há mais de um ônibus fazendo o trajeto diariamente, por isso, fotografe o número do seu para se localizar na saída do parque. Na volta, desembarcamos no Publix e aproveitamos para jantar no Gilson's Restaurant antes de seguir para o hotel.


Leia também:

Poderá gostar também de:

Poderá também gostar de:

0 comentários

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.