Batman 80 - A exposição

ESCRITO POR: quinta-feira, outubro 24, 2019 ,

Batman 80 - a exposição
           Em comemoração aos 80 anos do Batman, o Memorial da América Latina proporciona aos fãs do Homem-Morcego uma experiência imersiva e interativa em Gotham City para enlouquecer todas as idades, afinal o herói milionário é atemporal em sua eterna aparência entre 25 e 40 anos de idade. São mais de uma dezena de salas cenografadas para ambientalizar os objetos que contam a história de oito décadas do herói.
Mansão Wayne
       Nos portões da mansão Wayne, por onde se entra na exposição, os monitores avisam: "Crianças, não percam seus adultos!" e a advertência faz todo o sentido, pois os pais ficam tão empolgados com tudo por ali que se esquecem que os anos passaram e que agora, além de fãs que finalmente realizam o sonho de adentrar na Batcaverna, são responsáveis pelos filhos que os acompanham. A exposição tem sentido único, sem tempo determinado para cada sala onde principalmente as crianças mais velhas (os marmanjos) se deliciam em selfies e fotos posadas que recheiam o Instagram com as hashtags #batman80 #batmanexpo #batmanexpo80, entre outras. 
        Se você nem é assim tão fã do Cavaleiro das Trevas, ou de super heróis em geral, ou está pouco se importando se #batmanfaz80... mesmo assim não perca!
Batman 80 - a exposição

Por que visitar Batman 80 - a exposição?

         Em primeiro lugar porque a exposição de São Paulo é parte de uma programação oficial mundial em comemoração ao octogésimo aniversário do Homem-Morcego e  foi criada em parceria com a Warner Brasil mediante licença da Warner Bros. e da DC Comics. No dia 21 de setembro, para celebrar o Batman Day, onze cidades ao redor do mundo emitiram o Bat-sinal de pontos estratégicos. Em São Paulo a ação aconteceu em um dos prédios da Av. Paulista. As outras cidades foram Melbourne (Austrália), Tóquio (Japão), Berlim (Alemanha), Paris (França), Barcelona (Espanha), Londres (Reino Unido), Montreal (Canadá), Cidade do México (México), Nova York e Los Angeles (Estados Unidos). Ou seja, não é uma simples exposição, é um evento mundial.
Bat-sinal na exposição Batman 80
          Em segundo lugar, porque a experiência inédita conta com um acervo de mais de 500 peças de colecionadores e itens raros como gibis antigos e brinquedos de todos os tempos: bonecos, roupas, carros ... alguns bem curiosos como o boneco de Bruce Wayne que troca de roupa e foi produzido em uma edição limitada a apenas 200 exemplares vendidos com exclusividade na loja F.A.O Schwarz, em Nova York (2008), ou a pistola de água produzida em Hong Kong em 1966 um tanto fora dos padrões: a água é colocada pelo traseiro do boneco inclinado, para espirrar aperta-se um pino saliente entre as pernas do boneco que cospe a água pela boca. No mínimo estranho, veja a foto abaixo. Muitos desses brinquedos expostos os visitantes vão reconhecer como aquele que tiveram quando criança ou que gostariam de ter tido.
Brinquedos colecionáveis do Batman
        Boa parte do acervo exposto pertence à coleção de Marcio Escoteiro, advogado carioca, considerado o maior colecionador do Batman do país e um dos maiores do mundo. Sua coleção tem cerca de 7 mil itens que ficam em sua própria casa na Barra da Tijuca e guardados em depósitos no Rio. Cerca de 1% da coleção está exposto no Memorial da América Latina. Essas peças estiveram presentes também na exposição Quadrinhos, que ficou 6 meses em cartaz no MIS (Museu da Imagem e do Som) entre 2017 e 2018 e teve como grande atração justamente a BatCaverna.
BatCaverna
           Além da BatCaverna e da mansão Wayne, onde os pais de Bruce Wayne foram assassinados quando ele tinha apenas oito anos de idade, o trajeto da exposição explora outros locais de Gotham City onde vivem pessoas que fazem parte da vida e da história do bilionário Homem-Morcego, como o apartamento da Mulher-Gato (Selina Kyle) e o asilo Arkham - o hospital psiquiátrico onde são confinados os criminosos psicóticos inimigos do Batman: Charada, Vaga-lume, Pinguim, Cara de Barro, Ventríloquo, Silêncio, Duas-Caras... Já eu maior inimigo,  o maior vilão vilão dos quadrinhos, tem um espaço exclusivo na exposição: o covil do Coringa.
Asilo Arkham e seus vilões
         A interatividade da exposição está por todos os lados, então fique atento para não perder nada. Na mansão Wayne olhe para as janelas onde de tempos em tempos passam morcegos voando e os vidros se estilhaçam; no apartamento da Mulher-Gato (todo rosa), além dos gatos na janela, atenda ao telefone para ouvir a voz da moradora e faça uma selfie na banheira dela. Também dá para ser Harlequina, em um painel para colocar o rosto, e participar das brincadeiras do Coringa com máscara do Batman em 3D.  No mapa de Gotham City clique nos pontos numerados piscando na tela e descubra mais sobre cada um dos locais. Além disso, não tenha pressa e aproveite cada áudio disponível na exposição, faça cada uma das leituras descritivas sobre as peças, tire todas as fotos que desejar... porque quando se chega à última sala e a próxima porta é a da saída é impossível evitar um Ahhh!! de lamento por ter chegado ao final.
Interatividade na exposição Batman 80 anos
         Quer mais um motivo para visitar a exposição? A curadoria é da empresa de cenografia Caselúdico que tem em seu portfólio outras exposições memoráveis como Castelo Ra-Tim-Bum (Memorial da América Latina/2017), espaço de Memória do Farol Santander, Quadrinhos (MIS/2018), Mickey 90 anos (Shopping Iguatemi JK/2019), entre várias outras. Ou seja, se veio dessa turma pode esperar que é coisa boa! Tanto que o Fantástico, antes mesmo da abertura da exposição ao público, fez uma matéria especial para aguçar nossa vontade de ver de perto o mundo do Homem-Morcego. Veja aqui.
Peça da exposição Batman 80 anos
           Além dos ambientes internos da exposição, a diversão e as fotos começam antes mesmo de se atravessar os portões da mansão Wayne com os carros e painéis que ficam no lado de fora. Quando estivemos lá, em um sábado pela manhã, estava acontecendo no auditório ao lado a formatura de 200 alunos de Pedagogia e tenho certeza que nenhuma outra turma terá um álbum tão original quanto o daqueles formandos de beca ao lado do Batmóvel, do Robin ou na entrada secreta da BatCaverna. A experiência continua na praça de alimentação tematizada que, assim como a loja e as peças externas da exposição, tem acesso livre, sem a necessidade de ingresso. Mas lá dentro há muito mais a ser visto, não se contente com tão pouco.
Painel externo da exposição Batman 80 anos

Site oficialBatman 80 Expo
Ingressos: R$35 (de terça à sexta-feira, das 12h às 21h)
           R$45 (sábados, domingos e feriados, das 10h às 21h)
(Meia-entrada para estudantes, idosos, professores e portadores de necessidades especiais conforme legislação vigente. Entrada gratuita para crianças até 4 anos)
Período: de 05-09-2019 a 15-12-2019
Local: Memorial da América Latina (portões 8, 9 ou 13)
EndereçoAv. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda - SP
Batman 80 anos - a exposição
logo mala

Armandinho e o caderno do Batman

Leia também
Olá, Maurício - exposição gratuita sobre os 60 anos de carreira de Maurício de Sousa no Centro Cultural FIESP da Av. Paulista.

Poderá gostar também de:

Poderá também gostar de:

0 comentários

E você? O que pensa sobre isso?
Os comentários anônimos estão sujeitos à moderação.